Raio X - Factor X

«Raio X» | 4ª semana de «Factor X»

 

Mais uma semana! Mais um episódio de audições do Factor X! Mais um Raio X!
Calha a mim comentar as prestações dos candidatos de ontem! Devo confessar que fico completamente maravilhada com tanto talento que ainda está por descobrir e, claro, espantada com a surpresa da noite: Daniel Fontoura a repetir-se no Factor X! Mas comecemos pelo início.

O David vestiu-se a rigor para a audição. No entanto, escolheu um tema dificilíssimo dos Aha e não teve uma boa prestação. Posso resumir esta audição com as palavras da Sónia Tavares: «Não creio que seja isto que procuramos no Factor X».

O candidato que se seguiu foi o Júnior! Quando disse que ia cantar Lady Gaga engoli em seco… mas quando abriu a boca para cantar arrepiou-me! Que voz, que presença! Júnior, pareces um Sénior dos palcos!…não sei se foi pela história de vida que nos contou, mas quando está em palco tem um brilho especial! Como disse o Ventura: «nasceste para isto». Que a música seja a ‘cura’ para os seus medos e receios e ainda bem que está cá para nos presentear com o seu talento! Adorei! Concordam? Da minha parte, mais um SIM!

O terceiro candidato a entrar em palco foi o Rúben! Veio de Roma mostrar o seu talento. Uau, que voz, que timbre, que expressividade, que presença…até ao momento, dos meus candidatos favoritos! Quando disse que ia cantar a ‘All of Me’ tremi um bocadinho (este tema está um pouco ‘gasto’ nas audições do Factor X). Mas, sem dúvida, que o timbre do Rúben, neste tema de Legend, derreteu-me por completo! Arrisco-me a afirmar que prefiro ouvir a sua versão à versão original! Que audição tão ‘felizarda’! Ansiosa por voltar a ouvi-lo!

Seguiu-se o Rui Andrade, uma cara já conhecida do Teatro Musical e de Séries Televisivas nacionais. Repetente em Festivais da Canção, o Rui vê esta participação como mais uma oportunidade para mostrar a sua voz. A escolha do tema ‘Chasing Cars’ dos Snow Patrol foi arriscada. Na minha opinião, e apesar do ótimo aparelho vocal (como disse a Sónia) o Rui ‘adulterou’ o tema e interpretou-o de uma forma demasiado ‘popular’ e ‘floreada’, com uma expressividade inadequada ao tema, levando o Ventura a dizer que cantou «sem coração». Mas o Paulo Junqueiro considerou que «este programa serve para pegar numa pessoa como o Rui e orientá-la para o sítio certo». Passou à fase seguinte com um NÃO do Paulo Ventura.

A quinta candidata a entrar em palco foi a Sara, de Coimbra. Que imagem cativante! Fiquei curiosa por ouvi-la. Porém, o tema que escolheu da Miley Cyrus não terá sido o mais acertado… julgo que o tom da música não estava adequado e os nervos atraiçoaram a Sara. A audição não correu da melhor forma e a Sara não passou à fase seguinte.

A candidata que se seguiu foi a Inês! A Inês canta há quatro anos e resolveu trazer a esta audição um tema de Christina Aguilera, ‘Hurt’ – um tema muito difícil de cantar. Gostei do timbre grave e suave da Inês e soube dar bem a volta à música, com algumas dinâmicas interessantes. Pelas palavras do Paulo Ventura «É tão bom quando aparece uma Inês». Estou curiosa por ouvi-la noutro registo. Vamos aguardar pelo ‘Bootcamp’.

Os candidatos que se seguiram foram o Jorge e o André – LMS! De facto, trouxeram boa energia a este programa, mas as vozes não acompanharam a dança. Como disse o Paulo Junqueiro «como cantores são bons dançarinos». Não conseguiram passar à fase seguinte com dois SIM e dois NÃO dos jurados.

Seguiu-se a Mariana Dias que, apesar dos seus quinze anos, já tem alguma experiência de palco. Demonstrou ter uma voz poderosa! No entanto, nos graves teve algumas dificuldades e «faltou-lhe alguma sensibilidade e alguns exageros não a favoreceram». Julgo que a Mariana tem margem para evoluir e vamos ver como se vai portar na próxima fase.

A candidata que se seguiu foi a Cristina Castro! A Cristina tem muita experiência como cantora e já esperou muito por este momento. O Miguel chamou de «magia absoluta» à interpretação da Cristina e passou com mérito à próxima fase.

Seguiu-se a Inês Barros a cantar Rap! Apenas com 14 anos cantou um tema de Macklemore & Ryan Lewis numa performance razoável, mas ganhou pela atitude positiva e alegre! Apesar do júri não ter sido unanime, passou à fase seguinte.

O Gino entrou no palco e encantou! Foi um momento emotivo ao som de um bolero antigo! Afinado, presença forte e, nas palavras do Paulo Ventura «foi extraordinário: a expressão, o cantar, o à vontade». E assim passou à fase seguinte com unanimidade do júri!

Por fim, a surpresa da noite Daniel Fontoura! Na 1ª Edição do Factor X o Daniel deixou uma marca ‘polémica’ pela forma como saiu do programa. As capacidades vocais do Daniel são espantosas mas, o arranjo do tema que cantou de Sam Smith gerou alguma discordância entre os jurados. No entanto, demonstrou (mais uma vez) que canta muito bem e passou à fase do ‘Bootcamp’. Será que à segunda é de vez?

E assim acaba mais um episódio de audições fabulosas, com excelentes candidatos cheios de talento! Para a semana terminam as últimas audições e começa o Bootcamp! Ansiosos? Eu estou!
Até breve!

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

6
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
Marta ClementeSara RibeiroGuestZé PedroEmília Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guest
Visitante
Guest

Ainda bem. Gosto da série, dá quase sempre para rir.

Emília
Visitante
Emília

Este programa está uma alta seca nesta 2.ª edição.

Dos jurados, acho o Ventura de longe o melhor nas decisões e análises que faz. A Sónia Tavares devia dedicar-se só a cantar, para mim é a pior jurada que alguma vez passou por qualquer X-Factor no mundo.

Zé Pedro
Visitante
Zé Pedro

Nem venham! A miúda que cantou rap dava 1000-0 ao D8, muito mas muito
superior a nível de voz e flow. Muito mais bonitinha e simpática também.

Achei-a bastante bem na parte do rap, menos bem na parte mais cantada.

Não
sei se a Sara já não se lembra, mas foi bem mais tolerável a
performance da rapariga do que o que vocês fizeram o ano passado na gala
especial, que foi uma grandessíssima trapalhada em geral e uma tragédia
anedótica na parte do D8 em particular.

Sara Ribeiro
Visitante
Sara Ribeiro

Olá Zé Pedro, tens toda a razão em dizer que Inês é uma excelente rapper! A parte cantada não achei fraca, mas como estava tão empolgada a sensação que deu foi de que estaria cansada quando cantou o refrão…daí o ‘razoável’!!! E sim, 1000-0. Notou-se que estudou bem o tema que, para quem não é rapper, é impossível de cantar…e muito menos de memorizar em apenas 1 dia para uma gala especial de fim de ano, que aconteceu 2 dias depois da gala anterior…Afinal de contas, ali, só havia um rapper!!! Em televisão é tudo muito ingrato!!!…e neste assunto não… Read more »

Marta Clemente
Visitante
Marta Clemente

“Afinal de contas, ali, só havia um rapper!!!”
Pessoalmente, e com franqueza, eu acho que não havia nenhum, já que o suposto rapper foi de longe o pior nessa actuação de grupo.

Guest
Visitante
Guest

Zé Pedro, tens toda a razão em dizer que Inês é uma excelente rapper! A parte cantada não achei fraca, mas como estava tão empolgada a sensação que deu foi de que estaria cansada quando cantou o refrão…daí o ‘razoável’!!! E sim, 1000-0. Notou-se que estudou bem o tema que, para quem não é rapper, é impossível de cantar…e muito menos de memorizar em apenas 1 dia para uma gala especial de fim de ano, que aconteceu 2 dias depois da gala anterior…Afinal de contas, ali, só havia um rapper!!! Em televisão é tudo muito ingrato!!!…e neste assunto não me… Read more »

ATV News