fbpx
Falar Televisão

O horário danoso de «Mulheres»

Falar Televisão O Horário Danoso De «Mulheres»

Falar Televisão

Há algum tempo que o canal de Queluz de Baixo habitua os seus espectadores a estrear as suas produções ao domingo à noite ou não fosse o dia da semana mais forte da televisão portuguesa. A mais recente novela, Mulheres, não foi exceção.

Chegou ao pequeno ecrã no passado dia um de junho, conquistando o primeiro lugar da tabela dos programas mais vistos do dia. A trama adaptada por Eduarda Maia e Raquel Palermo foi acompanhada por um milhão e 410 mil espectadores em média. Com uma diferença de 200 mil espectadores, Sol de Inverno, SIC, ficou na vice-liderança. Porém, de nada valeu este «duelo» pois Mulheres estreou no horário das 21 horas mas a faixa horária escolhida para ser exibir a trama foi a das 23:45.

É sobre o horário escolhido para emitir esta história protagonizada por sete mulheres que vos trago hoje mais um Falar Televisão. Como seria de esperar, no segundo dia de exibição a mais recente aposta na ficção nacional ia cair abrutamente a nível audiométrico naquele horário: alcançou 618 mil espectadores, ficando em segundo lugar no horário. A Guerreira, ainda que com mais cinco ou 10 minutos de exibição, conseguiu chegar à liderança com 727 mil espectadores.

Mulheres conta a história de vida de sete mulheres bem ao estilo português. O casamento, os filhos, a carreira, o desemprego, a crise, as traições, as frustrações, as doenças, a violência doméstica e muito mais. Estes são temas atuais e conhecidos das mulheres na sociedade portuguesa. Sabendo isto faz sentido uma novela tão atual ser transmitida à meia-noite? Estes temas precisam de ser falados e de certo que iriam captar espectadores se ficassem no horário das 21 horas apesar da já consolidada audiência de Sol de Inverno. E sim… Também sou contra a estratégia de empurrar as produções cada vez que estreia uma nova. Contudo, Mulheres é uma novela mais ao estilo do primeiro horário – aquele tipo de novela que toca o espectador – do que O Beijo do Escorpião, que contém aquelear mais pesado, ideal para passar num horário tardio.

É claramente impossível e nesta altura nem faria sentido proceder a tais alterações, no entanto, a meu ver, Mulheres seria a primeira novela em horário nobre de modo a dar visibilidade aos temas tão atuais que a novela retrata, logo a seguir Belmonte – estilo mais caseiro e familiar com um toque de mistério e, por fim, O Beijo do Escorpião.

O que está feito, está feito. Resta esperar para ver se esta nova trama consegue arrancar, pelo menos, a liderança a A Guerreira, SIC, mesmo conquistando audiências mais baixas, em comparação com os valores que atingiu na estreia.

Até quarta!

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

4 Comentários

Clique aqui para comentar

  • A novela “Mulheres” não iria ter mais audiência que “O Beijo do Escorpião” e não faria sentido voltar a mudar novelas já achei estúpido terem trocado as voltas a Belmonte, agora não voltem a fazer a mesma coisa….O Beijo é uma excelente novela para as 21h é um original, é um novelão uma novela como “Mulheres” que transmite a ideia de simplicidade de uma adaptação não tão grandiosa como Belmonte e com uma história não tão rica não deve ficar no horário-chave do dia…

  • O que eu fazia era
    -o beijo do escorpião
    -mulheres
    -Belmonte.
    Fazia isto porque acho que Belmonte tirava a liderança á guerreira e mulheres mantinha a liderança sobre o amor a vida.

ATV News