Audiências à Lupa

Audiências à Lupa: janeiro de 2014

Audiências à Lupa

Estamos prestes a terminar o primeiro trimestre de 2014, mas não é por isso que iremos deixar de analisar os primeiros meses do ano. Lamentavelmente com um atraso, pelo qual pedimos desculpa, mas vamos então olhar as Audiências à Lupa de janeiro de 2014.

janeiro

É curiosos observar que as posições relativas das generalistas e do Cabo não se alteraram em nenhuma ocasião no mês de janeiro, isto é, o Cabo continua a ser a preferência dos portugueses, seguindo-se a TVI, SIC, RTP1 e RTP2, mais distantes. A instabilidade, essa, foi bastante acentuada, já que vemos que existem muitas oscilações. Apesar disso, observamos que a TVI mantém-se genericamente próxima do meridiano dos 25%, enquanto a SIC está tendencialmente 5 pontos percentuais abaixo, com o mesmo a passar-te com a RTP1. Efetivamente o fosso entre Queluz de Baixo e Carnaxide acentuou-se neste período, com a preciosa ajuda do Desafio Final 2, na TVI, que liderou de forma absoluta contra as galas de Factor X e diariamente a ter um desempenho muito positivo.

Essencialmente devido à perda de impacto do talent show da SIC, acabou por haver uma melhoria dos resultados por parte da TVI e a SIC acabou por sair prejudicada. Contudo, a sua ficção manteve-se forte e líder face à concorrência, alcançando valores que lhe permitiram consolidar a sua posição de preferida dos portugueses, conforme o diziam e dizem os números das audiências. Sol de Inverno conseguiu dar resposta à missão da SIC naquele horário.

Veja-se também os picos – positivos e negativos – que se assistiu, que estão essencialmente relacionados com as programações de fim de semana, bem como com a alteração das preferências dos portugueses nesse período, onde a diversidade impera, conforme se pode ver pelo gráfico apresentado em seguida.

janeiro2

Aos sábados e domingos os hábitos dos espectadores parecem ser mais constantes, isto é, mantém-se mais regulares, embora a diversidade ou essa exigência acabe por ser mais visível. É que nesses dias parece haver uma tentativa de fugir à rotina dos dias úteis. É também curioso observar que a TVI e a SIC têm evoluções precisamente inversas, o que significa que os seus públicos são voláteis e acabam por representar na prática duas ofertas substitutas, ou não tivessem programações tão semelhantes. E isto certamente que não é algo que apenas se assiste nos fins de semana, mas também durante a semana, pois é algo que não escapa – as generalistas (com particular ênfase das privadas) têm formatos e grelhas muitíssimo parecidas.

Aqui virão muitos dizer que foi o canal A ou B que copiou o outro, mas colocando de parte o fanatismo… todos os canais se norteiam e definem as suas estratégias de acordo com o desempenho dos formatos da concorrência. Se determinado programa tem um bom desempenho audimétrico num canal, significa que os portugueses gostam do mesmo… E se assim é, a tentação de fazer um formato nos mesmos moldes é mais forte do que as nossas direções de programas. Esquecem-se, porém, que quem vem atrás geralmente entala-se na porta.

Mas voltemos às audiências e aos números de janeiro de 2014.

JANEIRO QUADRO

No primeiro mês de 2014 houve uma ligeira quebra dos valores registados pela SIC, com a melhoria do desempenho da TVI, que se assume cada vez mais como líder da televisão nacional. A RTP1 mantém-se dentro dos seus péssimos valores habituais, sendo que todas as generalistas têm melhor desempenho durante a semana. O Cabo, por sua vez, tem um aumento substancial  nos valores registados nos sábados e domingos, como já foi referido, devido à procura de diversidade e de fuga às rotinas da televisão em sinal aberto.

De salientar ainda que se olharmos para os valores máximos e mínimos, vemos que as generalistas praticamente nem se sobrepõem, isto é, o valor mínimo da líder é praticamente superior ao valor máximo da segunda classificada, assim como o valor mínimo desta é muito próximo do valor máximo do primeiro canal da estação pública.

Esta evolução das audiências acaba por ser previsível se atendermos aos formatos que foram exibidos no mês de janeiro, mas será que com o final dos talent shows e reality shows em fevereiro, estes desempenhos se irão manter? Ainda esta semana saiba a resposta. E hoje poderá ler também o Audiências à Lupa – Especial Futebol de janeiro de 2014.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News


Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close