Audiências à Lupa

Audiências à Lupa: agosto 2013

Audiências à Lupa

O mês mais quente do ano e, por conseguinte, com menor consumo televisivo chegou ao fim e o Audiências à Lupa traz-lhe a análise de agosto. Será que houve novidades? Bem, vamos ao que interessa então.

AGOSTO_1

Podemos observar que as privadas estão próximas, por força, essencialmente, do crescimento da ficção da SIC e pela quebra no horário nobre da TVI. É certo que não havia nenhum formato forte por parte de Queluz de Baixo, pelo que na luta ficção vs. ficção levou a melhor Dancin’ Days e Avenida Brasil. É indiscutível que a ficção de Carnaxide tem vindo a ganhar peso na televisão nacional, em detrimento da da TVI, o que leva a uma luta mais renhida na média diária, embora não tão renhida quanto poderia ser se o daytime da SIC acompanhasse… de alguma forma, esta tendência de crescimento. Indiscutivelmente, também, não acontece.

Veja-se também a instabilidade da RTP1, que regista contudo valores substancialmente inferiores face às duas privadas. A estabilidade reina, por sua vez, nas audiências da RTP2. Igualmente o Cabo segue uma tendência de crescimento, como seria de esperar, e vem sendo hábito nos períodos de férias e épocas especiais do ano.

Apesar disso, é visível que existem oscilações aos dias da semana e aos sábados e domingos, períodos em que reinam os grandes formatos de entretenimento. Ora senão, vejamos.

AGOSTO_2

Embora em julho tenha havido um aproximar da SIC aos domingos, face à líder TVI, a verdade é que Dança com as Estrelas ganhou novo fulgor (ou Cante se Puder! perdeu) e Queluz de Baixo continuou a levar a melhor. Apenas o futebol – Supertaça Cândido de Oliveira – conseguiu melhorar os resultados da RTP1, levando-a, ainda assim, apenas à vice-liderança no sábado, dia 10.

Importa, contudo, ressalvar a estabilidade de resultados… maus… que a SIC regista aos sábados e domingos, com as oscilações a serem apenas da TVI e da RTP1. É curioso observar que as vitórias da TVI acontecem com as quebras da estação pública e vice-versa. Estabilidade é também a palavra de ordem para o Cabo e RTP2 aos fins de semana.

Veja-se, então, as audiências do mês de agosto em números.

agosto_3

Houve um novo distanciar por parte da TVI face às outras generalistas, embora ténue, o que acaba por demonstrar o poderio do daytime de Queluz de Baixo. É que as médias da SIC e TVI durante a semana distam 2 pontos percentuais, ao contrário dos dias de fim de semana em que a diferença é substancial.

Observe-se que tanto a RTP1 como a TVI mantêm médias semelhantes nos dias úteis e aos sábados e domingos, embora tenham amplitudes audimétricas de 10%, o que revela a sua grande instabilidade. A SIC, essa, tem valores entre os 16 e os 22 pontos percentuais, tendo, portanto, uma estabilidade maior, embora tipicamente abaixo da TVI. O Cabo, esse, mantém-se no topo, inquestionavelmente.

Em suma, atualmente, a luta está renhida, mas se não houver uma consolidação da tendência de subida da SIC, a verdade é que a TVI vai distanciar-se cada vez mais, especialmente agora que se aproximam as estreias dos principais formatos de entretenimento da televisão portuguesa, assim como as novas produções de luxo das privadas. As RTP 1 e 2 mantêm os valores tristemente habituais, o que em nada abona em favor do seu futuro, mas pouco diz sobre a qualidade dos programas que exibe. Que é, quanto a mim, muita. Pelo menos tenta arriscar em novidades, ao contrário, frequentemente, das privadas.

Resta-nos aguardar para saber como Amor à Vida, Casa dos Segredos 4, Belmonte, Sol de Inverno e Factor X irão afetar esta luta. Garantido está o interesse.

Fique atento que o Audiências à Lupa regressa muito em breve, para a análise de setembro.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Audiências à Lupa | Especial Futebol: agosto de 2013 | A Televisão Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] de analisada a evolução dos canais em sinal aberto no mês de agosto, é agora chegada a vez de estrearmos uma […]

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close