Audiências à Lupa Rubricas

Audiências à Lupa: julho 2012

Com o verão chegam sempre algumas alterações a nível de audiências. O consumo baixa e as preferências mudam, em virtude das férias e da abertura a novos conteúdos por parte dos portugueses. Assim, vejamos como foram as audiências de julho em mais um Audiências à Lupa.

Podemos observar que o verão traz sempre uma maior audiência para o Cabo que esteve destacadíssimo durante o mês de Julho. Isto tem a ver com uma busca por novos programas, os telespetadores também ficam acordados até mais tarde e apreciam séries e reality-shows apresentados no Cabo. É óbvio que esta tendência prejudica as generalistas, todas elas. Vemos que a TVI e SIC mantêm uma tendência de aproximação, com a estação de Carnaxide a aproveitar muito bem o sucesso que «Dancin’ Days» tem vindo a fazer. Porém, «A Tua Cara Não Me É Estranha» foi a jóia da coroa para os lados de Queluz de Baixo, na medida em que não deu tréguas a «Ídolos» e arrebatou os portugueses com as suas imitações. Os resultados falam por si.

Já a RTP1, mantém a sua instabilidade e valores baixos que já lhe são característicos. Se antes da GfK a ainda estação pública mantinha valores a rondar os 20% de share, atualmente está mais próxima dos 15% ou até mesmo 10% de share, um resultado que se tem vindo a tornar cada vez mais comum. Por último, relativamente à RTP2, tem vindo a ter dias ‘de ouro’ com os Jogos Olímpicos de Londres e que tem feito a média do canal ficar acima dos 5% de share. Trata-se, portanto, da estação que mais lucra com este evento desportivo.

Vejamos agora a evolução dos canais aos fins de semana.

No fundo, as tendências mencionadas anteriormente mantêm-se inalteradas, sendo no entanto, de mencionar, o distanciamento da TVI particularmente aos domingos, em virtude do programa apresentado por Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira. De facto, não há como fugir ao sucesso que este «A Tua Cara Não Me É Estranha» fez, mas tenho dúvidas que se regressar muito em breve consiga alcançar os mesmos números, a não ser que o casting seja excecional… e polémico. É disso que os portugueses gostam… É interessante verificar que existe uma tendência aos domingos em que o Cabo perde expetadores diretamente para a TVI, sendo que aos sábados se dá o trajeto inverso.

Quanto à SIC mantém valores relativamente constantes e, se há uns tempos era mais forte aos fins de semana, agora «Dancin’ Days» oferece-lhe muito mais segurança nos dias úteis. É importante ainda salientar os valores miseráveis que o canal um tem vindo a registar nos fins de semana… De facto, é urgente criar um produto forte para as noites de sábado e/ou domingo. De outra forma, o canal arrisca-se a ser ultrapassado pela RTP2, quanto mais não seja durante os Jogos Olímpicos.

Vejamos como habitualmente estes valores em quadro.

Em suma, podemos ver que a SIC e TVI não estão muito distantes uma da outra, enquanto a RTP1 tem uma média abaixo dos 15% de share. O Cabo, continua, tal como referido, arrebatador nesta época de verão. Vemos que a SIC é mais forte nos dias de semana, enquanto a TVI consegue valores mais elevados aos domingos, em particular. De facto, a SIC tem vindo a manter valores constantes ao longo do mês, veja-se a amplitude entre o valor mínimo e máximo, enquanto tanto a RTP1 como a TVI e Cabo revelam ser mais instáveis, mas registando valores substancialmente mais elevados. Agora, resta-nos ver como se vai desenrolar esta luta entre a TVI e SIC, que tem vindo a tornar-se mais renhida. Será que «Dancin’ Days» conseguirá consolidar a sua audiência durante o verão? Ou pelo contrário, será «Louco Amor» a puxar pelos resultados da TVI? Veremos como serão os resultados de agosto, quando regressarmos para mais um Audiências á Lupa. Até breve e boas férias!

ATV News