A Reportagem

Laços de Sangue

É já hoje que chega à SIC Laços de Sangue. Escrita por Pedro Lopes e com a supervisão do conceituado argumentista brasileiro Aguinaldo Silva, esta é a primeira produção feita pela estação portuguesa em parceria com a TV Globo. Fala-se de uma nova forma de fazer telenovelas e, como tal, aposta-se numa história mais próxima do povo, história essa que pode ser percepcionada com o slogan A História da Nossa Gente. E, tal como o supervisor adiantou à imprensa, ao contrário do que muita gente temeu, Laços de Sangue será uma história tipicamente portuguesa.

As gravações arrancaram a 26 de Julho e, neste momento, decorrem a todo o vapor. O elenco é de luxo (com a participação de conceituados actores brasileiros, como Susana Vieira e Max Fercondini) e os cenários também. Melgaço, Viana do Castelo, Alqueva, Rio de Janeiro, São Paulo e, claro está, Lisboa são alguns dos ambientes que darão cor a esta história.

Após já termos revelado em primeira mão os pormenores das personagens desta trama , no dia em que estreia, o TV Universo apresenta-lhe agora um pouco daquilo que poderá ver no primeiro capítulo de Laços de Sangue. Fique a conhecer as primeiras emoções desta grande aposta do canal de Carnaxide.

Uma tragédia no passado

Tudo se inicia no Verão de 1984, quando a família Nogueira decide fazer um piquenique numa praia fluvial da zona de Melgaço. Joaquim (José Fidalgo), o patriarca vive um casamento feliz com Eunice (Leonor Seixas e, na actualidade, Lia Gama). Pais de duas meninas, Inês (Diana Chaves) e Marta (Joana Santos), esperam a chegada de mais um filho, o tão esperado rapaz. Todavia, nem tudo são rosas no seio desta família, uma vez que a filha mais nova tem ciúmes da irmã mais velha. É precisamente por este motivo que se dá uma tragédia. Sempre enciumada, Marta provoca um acidente e cai, juntamente com Inês ao rio. De imediato, Joaquim apressa-se para as salvar, nadando até ao limite das suas forças. Consegue deixar a filha mais velha numa rocha e Marta nas margens do rio, fora da vista da esposa, que desespera por não conseguir fazer nada. Esgotado, o patriarca dos Nogueira bate com a cabeça numa pedra e afoga-se no rio. Inês é resgatada pela polícia e pelos bombeiros, enquanto a irmã desaparece sem deixar rasto.

Bem perto da praia fluvial, Graciete Silva (Margarida Carpinteiro) e o marido, António (Pompeu José), regressam a casa, após terem ido ao cemitério arranjar a campa da filha, que faleceu recentemente. A meio do caminho, encontram Marta a vaguear pela estrada e, tocados com a tristeza da sua face, decidem adoptá-la como se fosse a filha que perderam recentemente. Por insistência de Graciete, a criança passa a chamar-se Diana. De modo a não levantarem suspeitas sobre esta ilegalidade, optam por tentar a sua sorte em Lisboa e, assim, construir uma nova vida.

Já com Inês ao seu lado, Eunice enterra o marido e promete à filha que ainda hão-de encontrar Marta, cujo corpo nunca apareceu.

Uma revolta no presente

Na actualidade, vinte e seis anos mais tarde, Diana vive com aqueles que julgam ser os seus pais e trabalha com a mãe no mercado da Ribeira, onde vende flores, e no café de Álvaro (António Cordeiro). No entanto, não é feliz e vive em constante protesto pela vida que tem.

Na banca ao lado, Sheila Baptista (Débora Ghira) tenta, a todo o custo, roubar clientes a Marisa Pereira (Dânia Neto), e as duas voltam a discutir. Graciete tenta, a todo o custo acalmar a situação, com a filha já metida ao barulho também e Diana volta a queixar-se da vida que leva.

Nem tudo é o que parece

É também na capital portuguesa que vivem Inês, Eunice e Tiago (Sisley Dias). Proprietária de um restaurante em parceria com a mãe, a rapariga é uma mulher feliz e realizada. Licenciada em Gestão Hoteleira namora há já algum tempo com João Caldas Ribeiro (Diogo Morgado). Já o irmão, é um rapaz problemático, pois frequenta casas de jogo clandestino e acumula dívidas atrás de dívidas. Nesse dia, chega a casa de manhã, após mais uma noite em que o vício não correu bem.

Um grande amor

Todavia, é nesse mesmo dia que Inês recebe uma surpresa do namorado: um bilhete de avião para o Rio de Janeiro, onde este está a trabalhar. João é um médico de sucesso e trabalha em acções humanitárias, ao serviço dos Médicos sem Fronteiras. Está a ajudar os índios na Amazónia, cumprindo um programa de vacinação. Ao seu lado está o doutor Ricardo (Max Fercondini) de quem é muito amigo. É durante o tempo que lá está que a tribo é atacada por traficantes de madeira. Lutador e determinado, o médico consegue terminar o combate, salvando o filho do líder da morte, que fica ferido durante a luta. Em jeito de homenagem, o chefe indígena faz uma festa para João. Após o término da sua missão, o rapaz parte ao encontro da namorada. É durante um passeio pela “cidade maravilhosa” que o filho de Francisca Sobral (Emília Silvestre) e Henrique Sobral (Virgílio Castelo) decide pedir a amada em casamento. Eufórica e cada vez mais enamorada, Inês aceita.

Um mistério

Enquanto isto, em Portugal, a empresa de brinquedos do avô de João continua a dar problemas. É que, após Frederico Caldas Ribeiro (Sinde Filipe) se ter reformado da IôIô, a gestão da mesma ficou a cargo de outro neto, Ricardo Carvalhais (Carlos Vieira), filho de Adelaide Carvalhais (Sofia Sá da Bandeira) e Gastão Carvalhais (Alexandre de Sousa). Sedento de poder e de dinheiro, o jovem faz um desvio na empresa de uma avultada quantia de dinheiro. O antigo líder da IôIô descobre tudo e discute com o neto, afirmando que o vai entregar à polícia. Durante a discussão, Frederico acaba por sofrer um AVC, tombando nos braços de Ricardo, perdendo a fala. Com tudo isto, o vilão fica sem saber onde é que está escondido o dossier que pode denunciar o seu crime.

A verdade

Após mais uma viagem como camionista de longo curso, António regressa a casa, ouvindo, novamente queixas da esposa sobre o comportamento que Diana tem tido nos últimos tempos. Irritado com a situação, o patriarca dos Silva afirma que nunca a deveriam ter adoptado, enaltecendo a ideia de que ela nunca será filha deles. Sem que estes saibam, Diana escuta tudo e fica transtornada com a revelação de que é adoptada. Quando fica a sós com Graciete revolta-se e exige que lhe digam quem é a sua verdadeira família.

No café de Álvaro, César Martins (Pedro Diogo), o colega de Diana vive na preocupação de ser despedido, uma vez que o patrão se tem queixado de que o negócio vai mal. Este desvaloriza as queixas do empregado, que continua preocupado. Até ao momento em que Sheila entra no estabelecimento e acaricia o empregado. Marisa, a namorada de César fica enciumada e expulsa a rival beijando o companheiro mostrando que é ela a mulher dele.

Farsas

Já na fábrica de produtos alimentares, Fátima Brito (Sílvia Filipe), uma das empregadas mais antigas da casa, tenta a todo o custo que Armando Coutinho (João Ricardo) pague os salários em atraso. O marido de Gi (Custódia Gallego) finge-se preocupado com os trabalhadores, mas, após consultar o seu advogado, Gastão, é aconselhado a decretar falência da empresa, sem pagar o que deve aos empregados. Sem saberem que o patrão está a enganá-las, Fátima e Catarina Marques (Teresa Tavares) decidem revoltar-se com ele, ao verem-no sair num carro de luxo.

Enquanto isto, Catarina recebe uma mensagem do amante, Luís Barros (Pêpê Rapazote), que quer encontrar-se com ela no apartamento dela. Para sair de casa, mente à mulher, Isabel Barros (Gracinda Nave) e ao filho David Barros (Bernardo Oliveira), alegando que tem que regressar à IôIô para terminar um trabalho.

Apresentamos-lhe também o trailer completo de Laços de Sangue que foi exibido ontem.

{youtube}x9INFegper0{/youtube}

Tudo isto poderá ser visto em Laços de Sangue. Ficou curioso? Então não perca esta noite, veja com os seus próprios olhos.

Laços de Sangue, A História da nossa Gente.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News