fbpx
A Entrevista

A Entrevista – Ricardo Dionísio

Destaque Secret Story 4 A Entrevista - Ricardo Dionísio

Destaque Secret Story 4 A Entrevista - Ricardo Dionísio

Desde 2008 que Ricardo Dionísio trabalha na Endemol, produtora de programas como A Tua Cara Não Me É Estranha ou Casa dos Segredos. A paixão pelo mundo da televisão sempre esteve presente na sua vida: «”Arrancava” o meu pai de casa mesmo em dias de mau tempo só para conseguir estar presente e ver como tudo funcionava por trás das câmaras», revelou o jovem ao A Televisão.

Agora, em dia de estreia da quarta edição do reality show mais secreto do país, Ricardo conta como é trabalhar nos bastidores. Enquanto Coordenador de Público, as suas funções passam por «marcar o público dos programas durante a semana, combinar horas e local». E é na entrevista de hoje que pode ficar a conhecer todos os passos necessários para assistir a uma gala ao vivo na Venda do Pinheiro.

Dividerblack A Entrevista - Ricardo Dionísio

– Boa tarde, Ricardo. Conte-nos: como é trabalhar na Endemol?

– Bastante agradável. Sempre foi para mim um objetivo e um sonho trabalhar na Endemol. É uma referência para mim há muito tempo. Desde os 12 anos que assisto a programas da Endemol e foi aí que surgiu o gosto pela televisão e tudo o que envolve um programa. Muitas vezes «arrancava» o meu pai de casa mesmo em dias de mau tempo só para conseguir estar presente e ver como tudo funcionava por trás das câmaras. Em 2008, comecei a estagiar na Endemol como estagiário de produção, mais tarde passei a assistente de público e, por fim, coordenador de público. É o que faço atualmente com bastante satisfação. Gosto muito de falar e, como coordenador de público, falo e não é pouco, tanto ao telefone como no estúdio [risos].

– Enquanto Coordenador de Público, quais são as suas funções?

– O que faço é marcar o público dos programas durante a semana, combinar horas e local para que as pessoas estejam no estúdio no dia do direto ou gravação. Faço os mapas das bancadas (sítio onde as pessoas devem ficar sentadas) e, no dia do programa, marca-se os lugares para, na hora de sentar, sabermos onde é que vamos sentar as pessoas.

– Casa dos Segredos é um sucesso de audiências. Há muita procura para assistir à galas na Venda do Pinheiro, certo?

– Há sempre muita procura para assistir às galas. Assim que a promoção do programa começa a passar na televisão, o telemóvel nunca pára de tocar – seja de manhã, à tarde ou à noite! A toda a hora!

– Claramente, há um limite de pessoas. Quantos lugares tem o estúdio para receber os espectadores?

– Nas últimas edições da Casa dos Segredos conseguíamos receber em estúdio cerca de 350 pessoas. Nesta nova série, o número de lugares, em princípio, irá manter-se. Parecem muitos lugares, mas chega a uma altura que são poucos devido à grande adesão por parte das pessoas.

– E o público é exatamente quem? Familiares, amigos, anónimos…?

– O público que vem assistir ao programa é, digamos, «misto». Tem um pouco de tudo: fãs do programa, fãs da apresentadora, familiares e amigos dos concorrentes. Tentamos construir um público animado para que todas as galas sejam um grande sucesso.

– Então e se eu quiser assistir a uma gala, o que tenho de fazer?

– Para vir assistir às galas da Casa dos Segredos tem que ligar para o 96 952 11 50 e fazer uma inscrição de lugares. Depois, mais tarde, entramos em contacto com a pessoa para marcar e confirmar um dia para vir assistir à gala.

– Sei que não é sentar as pessoas e acabou. É fundamental acompanhar o público durante a gala. O que há para gerir depois de receber as pessoas?

– Depois de sentar as pessoas, temos que garantir que elas estão sentadas nos lugares corretos. E, quando começa o programa, há que estar atento ao público porque pode haver alguém que necessite de alguma coisa. Nos intervalos basicamente gerimos o tempo das pessoas na rua para que alguns minutos antes todo o público esteja sentado no mesmo lugar do início da gala.

– Conte-nos uma situação caricata que tenham acontecido num direto ou num intervalo.

– Uma das situações que deixou a equipa toda pasmada com o que se estava a passar aconteceu durante a gravação do programa Dá-me Música, na RTP1. Um elemento do público durante o programa passa no meio do cenário (em plena gravação) para ir à casa de banho, pensando ele que estava a passar despercebido e não ia incomodar a gravação. Antes pelo contrário.

– Agora fiquei com curiosidade em ouvir mais uma história.

– Outra situação aconteceu durante o direto do programa Uma Canção Para Ti (TVI). Uma senhora estava tão aflita para ir à casa de banho, que não aguentou para chamar um elemento da equipa de público e, então, saiu do seu lugar. Foi para trás da cortina do estúdio fazer a sua necessidade de carácter «líquido». A senhora na altura ficou muito envergonhada, mas depois conseguimos evitar e levámos a pessoa à casa de banho.

Veja aqui um «cheirinho» dos bastidores…

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=A-nagAEetoU]

– Com a estreia de mais um reality show na TVI, espera-se que o seu telemóvel não páre de tocar nas próximas semanas (pelo menos até 31 de dezembro), não é?

– Não preciso esperar pelas próximas semanas. Nesta altura o telemóvel já não pára de tocar! Claro que quando o programa estrear e as pessoas conhecerem os concorrentes vai haver ainda mais telefonemas da parte dos fãs para assistir às galas.

– Até agora, que balanço faz da Casa dos Segredos?

– O balanço é muito positivo. Muitas são as pessoas a ir assistir ao programa e muitos são os sorrisos que vemos na cara do público ao estar presente no estúdio e ver como tudo funciona. No fundo, era como eu me sentia cada vez que ia assistir a um programa: feliz. Agora, ver a cara de felicidade das pessoas que passam naquele estúdio é uma coisa bastante gratificante.

– Gosta do formato?

Casa dos Segredos é um formato que gosto particularmente, porque acompanhei todos os Big Brother e sempre fui fã deste tipo de programas. E, ainda mais com esta temática dos segredos, saber a quem se atribui X segredo. Além disso, um programa destes sem ser apresentado pela Teresa não seria a mesma coisa.

– Por falar na apresentadora… Como é trabalhar com Teresa Guilherme?

– Trabalhar com a Teresa para mim é, digamos, um sonho tornado realidade. Sinceramente nunca pensei (quando assistia ao Big Brother) que um dia ia trabalhar com a Teresa. É uma excelente profissional. Uma excelente apresentadora que admiro muito. Sou um bocado suspeito para falar sobre a Teresa, porque sou um grande fã!

– Já viu a Voz em pessoa?

– Sim, já vi. É uma voz inconfundível!

– A equipa do A Televisão já foi à Venda do Pinheiro algumas vezes e reparou que o público distrai-se facilmente a olhar para o teleponto, esquecendo-se por vezes de centrar as atenções na apresentadora. Esta situação ainda acontece com frequência?

– Acontecia nas primeiras séries do programa, agora nem tanto. Quando as pessoas olham para lá, é mais pela curiosidade. Gostam de ver o que se passa num estúdio de televisão. Ou seja, ali vêm tudo o que não veêm em casa. É diferente. No decorrer do programa, as pessoas deixam de tomar atenção ao teleponto e passam a dar mais atenção ao que se passa na casa e também à apresentadora.

– Fale-nos agora sobre o formato de imitações da TVI, A Tua Cara Não Me É Estranha.

– O A Tua Cara não me é Estranha é bastante divertido e animado, tanto por causa das atuações musicais, das imitações, a expectativa de ver como é que os concorrentes saem do elevador depois da transformação. Digamos que neste programa assistimos ao antes e ao depois. A Cristina Ferreira e o Manuel Luís Goucha são uma dupla muito divertida e que contagiam bastante o público. Posso mesmo dizer que até a equipa é contagiada pela boa disposição dos dois apresentadores.

– E o que nos diz sobre Dança com as Estrelas, que terminou no passado domingo?

Dança com as Estrelas é um programa onde a música, a dança e a boa disposição reinam. O júri sempre divertido. A Cristina Ferreira que cativa tanto o público presente em estúdio, assim como o público em casa. É um ótimo programa para divulgar a dança em Portugal.

– Perto da estreia da Casa dos Segredos, começam sempre a ser reveladas informações na imprensa (possíveis concorrentes, segredos, detalhes da casa). Como é que a Endemol reage a este cenário que acontece ano após ano?

– Importa sempre esperar pela data de estreia do programa. Assim se pode comprovar e diferenciar a realidade da especulação.

– Este ano, estão previstas modificações no estúdio?

– Convido a esperarem pela estreia para ver se o estúdio irá ter alterações ou não. Eheh.

– A concorrência promete ser pesada. Considera que a quarta edição de Casa dos Segredos vai vencer nas audiências?

– Não consigo responder a essa questão.

– Um último apelo: para assistir à Casa dos Segredos basta…

– Para assistir à Casa dos Segredos basta ligar para o 96 952 11 50 e fazer a inscrição dos lugares.

Dividerblack A Entrevista - Ricardo Dionísio

Ricardo: «Tenho a certeza que se vão divertir muito»

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=hjXgJCLJJos]

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Gostei da entrevista é um lado diferente que poucas pessoas conhecem, mas penso que algumas perguntas foram pouco aprofundadas e o entrevistador devia feito perguntas mais concretas e não: Fale-nos sobre o programa x, sobre o programa y…

ATV News