fbpx
A Entrevista

A Entrevista – Luísa Barbosa

Destaque Luísa Barbosa A Entrevista - Luísa Barbosa

Destaque Lu%25C3%25Adsa%2520Barbosa A Entrevista - Luísa Barbosa

Em 2007, Portugal conheceu Luísa Barbosa. Licenciada em Direito pela Universidade de Lisboa, trabalha como modelo desde os 15 anos e estreou-se em televisão na MTV Portugal. Passou pela RTP onde apresentou os programas 5 Para a Meia-Noite e Planeta Música, e atualmente colabora com o Canal Hollywood e com a SIC Notícias. «Tenho a sorte de fazer aquilo que gosto e tenho integrado projetos e equipas fantásticos», confessou a apresentadora ao A Televisão.

Luísa Barbosa é agora a nova cara do Fama Show, substituindo Andreia Rodrigues, que termina a sua colaboração com o magazine semanal da SIC. «Espero poder trazer a minha personalidade para o programa, ou seja, muita brincadeira e animação, que é disso que se trata quando falamos do Fama».

Divider A Entrevista - Luísa Barbosa

– Tudo começou em 2007, na MTV Portugal. Pensa no início da sua carreira com nostalgia?

– Penso no início com carinho, mas não com nostalgia. Sinto-me orgulhosa do percurso que tenho feito e entusiasmada com cada novo desafio. Prefiro sempre focar-me no futuro.

– Foi necessário um grande esforço para conseguir o seu lugar no mundo da televisão?

– Acima de tudo acho que foi necessário arriscar: deixar para trás um percurso académico ligado a Direito para me lançar no mundo da comunicação; participar num segundo casting para ser VJ da MTV Portugal; e deixar uma situação confortável para me aventurar para outros canais, outros conteúdos. Mas eu sou alguém que se sente melhor a correr riscos do que a ficar à sombra da bananeira à espera que as coisas aconteçam, por isso não posso falar de «esforço».

– Isso quer dizer que, à partida, lida bem com a pressão e com a ansiedade.

– Com bastante naturalidade… Trabalho desde os 15 anos e só tive contrato de trabalho durante três anos em todo esse tempo, por isso estou habituada. É claro que, a atual carga fiscal dificulta um pouco as coisas, mas, por outro lado, a pressão não me permite ficar para trás e serve de incentivo para lutar pelo que quero. Se é a situação ideal? Qualquer pessoa te dirá que não, mas é uma questão de lidar com isso da melhor forma possível.

3 A Entrevista - Luísa Barbosa

– Que balanço faz do seu percurso enquanto apresentadora? Alguma vez pensou desistir desta profissão?

– Faço um balanço super positivo. Tenho a sorte de fazer aquilo que gosto e tenho integrado projetos e equipas fantásticos. Tenho conseguido retirar algo de cada experiência profissional que abracei. É claro que há momentos em que podemos estar mais desanimados, mas não me consigo imaginar, neste momento, a fazer qualquer outra coisa.

– Quais foram os momentos mais marcantes da sua carreira?

– Normalmente, refiro sempre dois momentos na minha carreira: trabalhar para a MTV Portugal, que, para alguém que cresceu nos anos 80 e 90, é quase uma experiência surreal. Além disso, foi onde comecei e onde aprendi imenso, o que me permitiu avançar profissionalmente. O segundo momento, foi a minha participação no 5 Para a Meia-Noite. Não só porque estava a fazer diretos, algo que já queria fazer há algum tempo, mas também porque estava a trabalhar comédia e o registo talk show. Grandes desafios que me deram uma enorme satisfação.

– Na verdade, o seu «momento» no 5 Para a Meia-Noite foi muito curto. Gostava de ter continuado no talk show da RTP?

– Eu adorei a experiência. Continuei o meu processo de aprendizagem e trabalhei com ótimos profissionais, além de me ter divertido imenso. Claro que na altura não teria saído por minha vontade. Mas já foi muito bom ter feito parte da família.

– Claro, e o que interessa agora é o presente, isto é, o novo desafio na SIC: Fama Show. Como surgiu a oportunidade?

– O Daniel Oliveira contactou-me para uma reunião para saber se eu estaria disponível para integrar a equipa do Fama Show e eu disse que sim. Passadas umas semanas ligou-me para confirmar que eu tinha sido escolhida. E cá estou eu!

– Conhece a razão da saída de Andreia Rodrigues?

– Isso será melhor perguntar à Andreia, mas, de qualquer forma, ela não foi para longe. Vamos continuar a acompanhá-la na SIC e na SIC Caras.

– Então e o que podemos esperar de si neste magazine semanal?

– Espero poder trazer a minha personalidade para o programa, ou seja, muita brincadeira e animação, que é disso que se trata quando falamos do Fama. Quanto mais nos divertirmos a fazê-lo, mais o público se diverte a vê-lo. Além disso, se puder continuar ligada à música e ao cinema, tanto melhor. Quanto a preparação, estou neste momento a fazer pesquisa para a minha primeira peça, mas ainda é segredo…

– «Famosos: cuidado… muito cuidado!», anunciou a Luísa na sua página do Facebook. É caso para perguntar: vai fazer a «vida negra» às celebridades?

– Ena, que exagero! «Vida negra» é uma expressão demasiado forte. Tal como disse, vou brincar, algo a que já estão habituados no programa. Mas agora vou ser eu a segurar o microfone.

4 A Entrevista - Luísa Barbosa

– O Fama Show está quase a completar seis anos de existência, algo que podemos considerar bastante «positivo», tendo em conta que os programas deste género não costumam durar muito tempo. Na sua opinião, qual é a fórmula do sucesso?

– Como disse, a diversão. Ainda mais, com a conjuntura atual do país, acho que o público agradece uma programação leve, descomprometida (e, claro, com gente bonita). E o Fama Show tem a capacidade de aproximar os famosos das pessoas que estão a ver o programa lá em casa, mostrando-os num registo mais descontraído, de dia a dia, e não como personagens de uma novela, ou músicos num palco…

– O seu contrato com a SIC inclui apenas a apresentação do Fama Show ou também estão previstas participações em programas como Portugal em Festa ou Queridas Manhãs?

– Neste momento, estou focada na minha prestação no Fama Show. Quanto a outras oportunidades que possam surgir, só o futuro o dirá. Como já dizia o outro: «prognósticos, só no final do jogo».

– Portanto, já passou pela MTV, RTP, Canal Hollywood, Canal Q e agora SIC. Será que ainda a vamos ver na TVI?

– Já colaborei com a TVI24 e, pontualmente, com a TVI, com reportagens no Festival de Paredes de Coura, no Vodafone Mexefest e mais algumas peças no último ano. Ou seja, tenho o hat-trick RTP/SIC/TVI. Quase que fazia bingo! (Eu sei, já são demasiadas metáforas).

– Ok, acabaram-se as metáforas. Vamos então a um momento de reflexão: que avaliação faz do atual panorama televisivo em Portugal?

– Acho que está numa fase interessante de transição. Não só porque, à fase de contenção gerada pela crise, parece estar a seguir-se uma fase de novas apostas, mas também devido aos desafios que a TV Cabo e os novos hábitos do público – nomeadamente, o aumento do tempo que passamos todos ao computador e na internet -, estão a colocar aos canais clássicos de televisão.

– Futuramente, que projetos gostaria de vir a desenvolver? Ambiciona apresentar um grande formato de entretenimento, como Factor X ou The Voice, por exemplo?

– Um desafio de cada vez. Primeiro, vou focar-me no Fama Show e aproveitar ao máximo esta oportunidade que me foi dada. Depois… logo se vê!

– Certíssimo, Luísa. Obrigado pela entrevista e boa sorte para o novo projeto na SIC.

Divider A Entrevista - Luísa Barbosa

«E agora… tenho de ir ensaiar!»

http://www.youtube.com/watch?v=c5T6RwcauKo

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>