fbpx
A Entrevista TVI

Entrevista a Pedro Alves sobre estreia em ‘Festa é Festa’: “Foi um grande desafio…”

Pedro Alves
Créditos: Agência Glam / Fotógrafo Pedro Pulido

Pedro Alves, considerado um dos humoristas mais carismáticos de Portugal, estreou-se como ator na novela ‘Festa é Festa’, da TVI. Em entrevista ao ‘A Televisão’ falou sobre este novo desafio profissional.

Como é que está a correr esta estreia no mundo das telenovelas?

Está a correr muito bem. A novela ‘Festa é Festa’ é uma novela de sucesso. Está sempre no topo das mais vistas. Está a correr muito bem. Estou a gostar muito de fazer este projeto. É diferente daquilo que estamos habituados nas novelas. Foi um grande desafio. Estou agora na fase de começar a ‘curtir’ à séria aquilo que estou a fazer. Estava à procura da zona de conforto em que me encontro agora.  Foi desafiante o início desta aventura com a novela ‘Festa é Festa’.

O que é que as pessoas podem esperar da sua personagem, o ‘Bino’?

O Bino como já repararam é um artista de primeira. A personagem vive o drama da mulher em casa que não lhe dá a  atenção devida que ele queria. Depois, tem uma secretária na Junta de Freguesia que, ao contrário da mulher, está sempre a insurgir-se contra ele. O Bino tem ainda aquelas trapaças todas que faz com o amigo empreiteiro Peixoto. Depois, também tem as picardias com o Tomé. A vida dele gira em torno destes episódios todos, o que faz com que ele seja uma personagem muito divertida e também muito melosa. O ‘Bino’ faz tudo à maneira dele, mas em casa não acontece isso. É um personagem muito giro e podem contar no futuro com aquilo que ele tem feito até aos dias de hoje na novela que é arranjar confusão.

O primeiro episódio de ‘Festa é Festa’ venceu a SIC que até agora tinha sido líder de audiências nesse horário. Acredita que os bons resultados se vão manter ou tudo não passou de uma mera curiosidade do público?

Os resultados vão manter-se porque há muitas surpresas. Acho que as pessoas ainda não têm bem noção do quanto vão ser surpreendidas com ‘Festa é Festa’. É uma novela muito diferente, leve, fresca e desvia-nos de todos os problemas que temos hoje em dia. O pessoal pode contar realmente sempre com situações novas. As pessoas como  já estão ‘anestesiadas’ com o conceito da novela, estas coisas vão aparecendo de maneira estratégica para que se mantenha sempre a chama acesa. Um dos grandes trunfos da novela é que não tem grandes dramas. Tem situações muito caricáticas que vão continuar a prender as pessoas.

Pedro Alves
Créditos: Agência Glam / Fotógrafo Pedro Pulido

O Pedro Teixeira referiu, numa entrevista aos jornalistas, que o Pedro Alves é um profissional de excelência. Como é que reage a estes elogios?

Reajo muito bem. O Pedro é uma pessoa já com muita experiência no meio das novelas. Foi uma pessoa, desde o início, desde os ensaios, com que foi muito intenso trabalhar. Tentei dar o meu melhor e desenvolvemos uma relação profissional muito interessante. O meu personagem e o personagem dele dependem da energia um do outro. Tenho uma grande consideração pelo Pedro. Ele é um grande profissional e uma pessoa muito generosa.

Como é que é gravar em tempos de pandemia?

As coisas primeiro estranham-se e depois entranham-se. Nós somos animais de hábitos. O essencial é manter o cuidado. Sou testado em média duas vezes por semana. Na zona de trabalho devemos usar sempre máscara. Este tipo de coisas seriam muito estranhas se acontecessem há dois anos, mas nos dias que correm já fazem parte do nosso dia a dia. O importante é trabalhar da forma mais segura possível e termos a consciência de que mesmo fora do ambiente das novelas, temos de ter isso em consideração. Temos de fazer para que tudo corra bem. Se algum de nós tiver um problema com Covid, isso implica geralmente que as coisas tenham de parar. Nós não queremos isso. Até ao momento, está tudo a correr bem.

O João Paulo Rodrigues tem assistido à novela ‘Festa é Festa’. O que é que ele lhe disse? Pode revelar?

Eu acho que o João já viu alguns episódios da novela. Pelo menos ele disse-me que tinha intenções disso porque está a par do sucesso que a novela está a ter. Está muito orgulhoso de todo o trabalho que está feito na novela. Está muito orgulhoso de mim. Sabe que é uma coisa que me mandou completamente para fora da zona de conforto. O J (João Paulo Rodrigues) sabe que eu gosto desse tipo de desafios. É óbvio que saber que as coisas estão a correr bem e que a novela está a ter um sucesso enorme o deixa muito contente. Aqui não temos esse tipo de fricção entre os dois. Temos sempre muito orgulho um do outro quanto aos trabalhos que fazemos individualmente.

Pedro Alves
Créditos: Agência Glam / Fotógrafo Pedro Pulido

Pedro Alves: “Não estou a pensar minimamente nisso”

Esta é a primeira vez que entra em telenovelas. É uma experiência a repetir ou prefere dedicar-se a outros formatos?

Não estou a pensar minimamente nisso. Eu sou uma pessoa que gosta de se focar naquilo que está a fazer no momento. É isso que estou a fazer. Estou focado na novela. É algo que dá trabalho, mas faz parte. Também estou um bocadinho a usufruir deste mundo novo, deste ambiente novo, destas pessoas novas. Eu não conhecia ninguém. Estou focado e a usufruir de tudo aquilo que a novela me está a trazer. Neste momento, não penso realmente em projetos futuros. Estou focado nisto que estou a fazer agora e no que vai acontecer este ano. Temos o nosso novo filme que vai ser começado a gravar em finais de agosto para estrear no Natal. São as coisas em que estou focado este ano.

O que é que gostava de fazer em televisão que ainda não teve oportunidade de fazer?

Eu gosto sempre de enfrentar desafios. Já fiz alguns formatos de televisão que foram desafiantes e diferentes. Já fiz alguns programas de televisão que me desafiaram. Todos esses desafios passam pela linha de coisas que gostarei de fazer no futuro e na televisão. Para já algo definido na minha cabeça que gostasse de fazer, não tenho nada. Sou mais aquele tipo de pessoa ‘deixa ver o que vem’ e depois decidir se há algo que seja desafiante ou não.

Pedro Alves
Créditos: Agência Glam / Fotógrafo Pedro Pulido

O que é os portugueses podem esperar da novela ‘Festa é Festa’?

Podem continuar a contar com a alegria e a diversão que a novela tem. Isto vai ser uma trama que se vai desenvolver até ao dia 25 de setembro, uma vez que tem a ver com a organização da festa que vai acontecer nesse mês. Podem contar com milhentas situações muito giras. O pessoal como está ‘anestesiado’ com a novela, vai sentindo as coisas a acontecer de uma forma muito engraçada.

O que está a acontecer nos episódios de hoje da novela é o que vai acontecer sempre. A novela vai ter muito ritmo, vai ser muito animada e ter situações muito caricatas. Para além disso, tem uma banda sonora que está muito bem ‘sacada’ porque acompanha de forma genial todos os momentos da novela.

O intuito disto é acabar numa grande festa e tentar fazer esquecer um pouco tudo o que a pandemia nos trouxe. Ter uma novela que não seja com ambientes mais pesados, faz com as coisas aconteçam muito melhor. Os portugueses podem contar com uma ajuda grande para, no fim do dia, terem 35 minutos divertidos na vida deles. Podem contar com situações muito giras, mesmo!

Leia também: Cândida Batista descontente com ‘Hell’s Kitchen’: “Não foi uma experiência boa”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News