fbpx
A Entrevista

A Entrevista – Rómulo Estrela | Além do Tempo

Imagem1 Rômulo Estrela A Entrevista - Rómulo Estrela | Além Do Tempo

Imagem1_Rômulo Estrela

Rómulo Estrela é um dos vilões de Além do TempoRoberto -, novela que se encontra a ser exibida desde a passada segunda feira, após Sete Vidas, às 20h, no canal Globo. Aos 34 anos e com um currículo já vasto, o ator defende a sua personagem, acreditando também num lado positivo de Roberto. Ele é filho de Dorotéia (Julia Lemmertz) e Melissa (Paolla Oliveira) na trama, mas dedica-se também ao cinema e teatro.

Leia em seguida a breve conversa que tivemos com o ator.

Você interpreta Roberto, um homem de caráter duvidoso na novela Além do Tempo que agora chega a Portugal através do canal Globo. Como define o seu personagem?

O Roberto é um sedutor, perspicaz, inteligente, que muitas vezes utiliza subterfúgios para conseguir o que quer.

Os vilões geram, geralmente, sentimentos negativos nos espectadores. O que acha que a sua personagem tem como qualidades?

O Roberto, como todas as pessoas, tem suas qualidades e defeitos. Apesar de ser ardiloso, é muito educado, bom filho, e sabe agradar muito bem as pessoas à sua volta. Não diria que é um vilão exatamente, é um «malandro, libertino, muito agradável».

A novela é ambientada no século XIX, mas o seu último papel numa novela era um homem mais urbano. Como foi essa preparação para este papel? Existiu algum trabalho seja no cinema ou mesmo na televisão que o tenha inspirado na concepção desta personagem? Qual foi a maior dificuldade?

Esta é minha segunda novela de época, o que já foi um bom começo. Tivemos, o elenco e direção, praticamente um mês de estudo intenso com Eduardo Milewicz e leitura de mesa antes de iniciar as gravações. Paralelamente recorri a filmes, séries de tv, estudei história da época: literatura, costumes e hábitos do período.

A trama tem uma mensagem espiritual que é marcante no trabalho da Elisabeth Jhin. Como encara esse misticismo?

Este é meu primeiro trabalho com Elizabeth Jhin e estou muito animado. A novela aborda também a relação com vidas passadas e a chance de termos uma nova oportunidade em outra vida. Este é um assunto que me interessa bastante, acho que a mensagem mais importante é sobre ter uma segunda chance, mesmo que em outra vida.

Além da televisão você tem um trabalho no cinema.  Que outros projetos tem no cinema atualmente? E no teatro?

Filmei dois longas nos últimos dois anos: No Retrovisor, que fiz no ano passado e será lançado ainda este ano. Neste filme, eu divido o personagem com o Marcelo Serrado. O outro, se chama Em nome da lei e eu filmei até uma semana antes de começar os trabalhos de preparação para a novela Além do Tempo e o lançamento deve ficar para 2016. Estou na expectativa e muito feliz de ter participado destes dois projetos. Também estou trabalhando com um amigo e parceiro de teatro para levarmos o texto da nossa última peça para o cinema, Apartamento 171, uma comédia política que fizemos durante dois anos seguidos no teatro. E falando em teatro, tenho estudado no tempo livre alguns autores e textos, se tudo correr como espero, ao final das gravações de Além do Tempo gostaria muito de estrear uma peça.

O que tem acompanhado a nível das produções cinematográficas no Brasil e em particular na sua região (Maranhão)?

Estive presente no Festival Guarnicê do ano passado, e este ano consegui ir na abertura do sétimo festival Maranhão na Tela. Não tive oportunidade de ver todos os filmes que gostaria, mas o que vi me agradou. Gostaria de acompanhar mais as produções maranhenses, tenho trabalhado muito no Rio nos últimos anos e isso acaba tomando bastante do meu tempo. Mas adoraria filmar uma produção maranhense, seria uma grande experiência.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News