Música RTP

Zé Amaro recorda fase difícil da sua vida e anuncia novidade

O cantor minhoto Zé Amaro teve recentemente um problema de saúde, que o obrigou a deixar os palcos para segundo plano. 

Depois de ter sido submetido a um transplante de fígado e numa altura em que está praticamente recuperado, o cantor esteve no programa da RTP1, ‘Praça da Alegria’, e acabou por recordar o seu problema de saúde.

“Para alguém que esteve com a vida em risco, voltar à vida de novo é um privilégio muito grande”, começou por contar.

“Havia na família uma patente por tuberculoso, na minha mãe, e os médicos disseram-nos que teríamos todos que tomar uns medicamentos para fazer um despiste. Lá em casa toda a gente tomou, eu tomei e ia-me matando a medicação. As análises explodiram por todo o lado, eu, a título pessoal, quis fazer análises todas as semanas e notava tudo ao contrário. Tive uma intoxicação 100% aguda no fígado que me causou uma problema muito grave”, aproveitou também para explicar.

O cantor revelou que devia ter cancelado desde logo a sua agenda, mas optou por não fazê-lo por respeito aos fãs e ao amor que sente pela música.

Recordando o momento em que viu o seu espetáculo ser interrompido por se ter sentido mal, Zé Amaro revelou que  o ritmo alucinante o atirou para uma cama de hospital. “Numa sexta-feira fiz um espetáculo em Portugal, no sábado no Mónaco, domingo e segunda-feira outra vez em Portugal e foi na segunda, a meio do espetáculo que tive uma luz que me disse que tinha que parar porque não estava bem. Parei mesmo, não consegui. Estava já a fazer as coisas ao contrário. Senti que não aguentava, não tinha forças e já não dizia coisa com coisa. Estava já numa fase completamente avançada, de desespero”, contou.

Agradecido à equipa hospitalar que o acompanhou, Zé Amaro contou a Jorge Gabriel que: “Nunca pensei que houvesse algo assim tão bonito e de uma forma tão bonita como se tratam os doentes”, realçou. “Foi tão bom ter aquelas pessoas junto de nós que nos dava uma força tão grande”.

Ciente da importância da família no seu dia-a-dia, Zé Amaro sublinhou que: “se me divorciasse dela fazia de tudo para me casar outra vez com ela”. “É por elas que eu trabalho, é por elas que faço tudo”, acrescentou sobre as filhas.

Também o apoio dos fãs foi essencial para a sua recuperação e será com esse mesmo apoio que Zé Amaro voltará aos palcos já a 29 de fevereiro de 2020.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

ATV News