RTP

Votos fraudulentos no Festival da Canção




Desde a semana passada que a RTP pôs online, no seu site, 90 segundos de 24 músicas para as pessoas votarem nas suas três músicas preferidas. O objectivo é simples: as 12 músicas mais votadas constituirão o Festival da Canção. A RTP e o Portal Sapo acabaram por detectar a existência de votos fraudulentos em algumas canções.









Os votos fraudulentos têm sido retirados duas vezes por dia e vão continuar a sê-lo até à data limite da votação, ou seja, até sábado, dia 31 deste mês.

Segundo o jornal “Correio da Manhã”, o canal estatal e o portal determinaram que seriam considerados votos fraudulentos os que fossem enviados por servidores de e-mails temporários. Segundo um comunicado da RTP “estes servidores temporários permitem obter contas de e-mail sem necessidade de estar registado, permitindo a um mesmo utilizador votar sucessivamente na canção que desejar” e adianta que “como medida correctiva foi estabelecido que todos os votos provenientes desses domínios (servidores de e-mails temporários sem necessidade de registo) não serão contabilizados na votação do festival, tendo sido retirados”.

A RTP e o Sapo conseguem detectar os e-mails temporários graças ao IP, ou seja, a identidade de cada computador na internet, acabando por saber a sua proveniência. Sendo assim, se um utilizador de computador criar várias contas de e-mail será sempre identificado através do IP.