fbpx
RTP

Uganda e Líbano são os destinos de Catarina Furtado no ‘Príncipes do Nada’ de hoje

Uganda e Líbano são os destinos de Catarina Furtado no próximo programa de Príncipes do Nada. As histórias de quem vive nos maiores campos de refugiados do mundo e o relato impressionante de quem tenta recomeçar do zero, sem nada, e que sonha voltar a ter uma vida.

No episódio de hoje visitamos o Uganda para irmos ao encontro de Cathy Groenendijk. Conhecemo-la em 2011, no Sudão do Sul, quando o país acabava de declarar a independência e Cathy resgatava crianças da rua. Meninas que, com cinco anos, eram violadas, e aos dez, forçadas a prostituir-se. Quase dez anos depois, com o escalar da violência no Sudão do Sul, Cathy teve de fugir. Não o fez sozinha, não quis deixar as suas meninas para trás. É na sua casa em Kampala, no Uganda, que Cathy acolhe dezenas de raparigas sul-sudanesas, todas refugiadas. É também aqui que vive Stephen, uma criança-soldado que aceita contar a sua história. A ONG Confident Children Out of Conflict (CCC) não desiste do seu objetivo, apesar das imensas dificuldades financeiras: garantir uma educação para todas as crianças e jovens que sofreram abusos em contexto de conflito armado.

No Líbano, um em cada quatro habitantes é refugiado. 631 mil são jovens com idade de ir à escola. A ONG local Naba’a, apoiada pelo Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), não desiste de um único jovem. Quer combater a pobreza, a discriminação, o abandono escolar e o casamento precoce. Pelos seus projetos já passaram mais de 80 mil jovens, sobretudo raparigas. Rania, refugiada palestiniana, é uma delas. Tem 17 anos, está noiva, mas agora, depois de frequentar as atividades da Associação, já não pensa casar tão cedo.

Príncipes do Nada para ver hoje, às 21h00, na RTP1.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News