fbpx
RTP

‘The Voice Portugal’: Catarina Furtado e Vasco Palmeirim prometem edição surpreendente

The Voice Portugal
Instagram

Este domingo, dia 17, estreia a nova edição do ‘The Voice Portugal’, na RTP1, com Catarina Furtado e Vasco Palmeirim e os mentores Diogo Piçarra, Aurea, Marisa Liz e António Zambujo.

Está de volta o programa de talentos da RTP1 ‘The Voice Portugal’. Apresentado por Catarina Furtado e Vasco Palmeirim, a nova temporada promete momentos de tensão e emoção durante as Provas Cegas.

Para a apresentadora, a nova temporada “nunca é igual”. “Ficamos sempre muito surpreendidos, há pessoas que nunca vieram cá, há outras que já vieram, e é interessante ver a evolução. Depois temos esta capacidade de acolher, que nos fica muito bem, que é o facto de o palco ser aberto a pessoas de outras nacionalidades, que escolheram Portugal para viver“, diz Catarina Furtado à Tv7 Dias.

Temos um caso muito engraçado de um português que já esteve no The Voice de outro país. Há quem lhe tenha dito: ‘Só te portaste bem porque estiveste nesse The Voice, se calhar no de Portugal não te safavas’. E então decidiu vir cá tirar essa prova dos nove. Não vou dizer se correu bem ou não, mas, como a Catarina disse, isto é um palco aberto a toda a gente, independentemente do sexo, da idade, da nacionalidade e do passado que possam ter, em cima do palco são todos iguais e o que interessa é a voz.“, revela Vasco Palmeirim.

The Voice Kids, Catarina Furtado

Esta foi a segunda edição gravada durante a pandemia, e para Catarina Furtado a falta do contacto físico é o mais difícil. “Não é nada fácil e antes de chegar aqui ao The Voice tive outro estágio, que foi o ‘É Urgente o Amor’, onde andei na estrada de norte a sul do Pais, para gravar este programa, e era inevitável não dar abraços. Muitas vezes eram as pessoas que vinham ter comigo, que se esqueciam e me abraçavam. Claro que estávamos sempre testados“, contou.

Quanto a esta edição do ‘The Voice Portugal’, Vasco Palmeirim refere que volta a ser marcada pela heterogeneidade musical. “Temos sempre muita coisa diferente. Música portuguesa, inglesa, americana… Temos um caso muito engraçado de alguém que já tem uma canção editada, e é mesmo só uma canção editada, e vem cá cantar essa canção“, disse à referida publicação. Catarina Furtado acrescenta: “Temos muita gente nova a cantar música portuguesa“.

As brincadeiras entre os mentores são uma constante nesta edição do ‘The Voice Portugal’. “Eu venho como uma página em branco, sem expectativas. Nunca sabemos o que virá, se há mais estrangeiros, se não. O bom deste programa é que ninguém fica de fora”, afirmou Diogo Piçarra. “As pessoas já estão habituadas a este formato e percebem que tratamos todos com imenso respeito“, acrescentou Áurea à TV7 Dias.

“Temos muita malta que estuda, que toca, que compõe, e que está genuinamente interessada em passar uma mensagem, não vêm aqui só porque querem cantar. Não! Temos malta que trabalha para que isto aconteça”, afirmou Marisa Liz.

Leia também: The Voice Portugal: Catarina Furtado desvenda o mistério das ‘Provas Cegas’

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News