fbpx
RTP

The Voice! Paulo de Morais volta a arrasar a RTP e é comparado a André Ventura

Paulo De Morais, The Voice, Rtp
Imagens: Facebook / Instagram

Paulo de Morais está furioso com a forma como se realizou a final do programa ‘The Voice’, da RTP1. O político recordou o horário de recolher obrigatório e pediu explicações ao presidente do canal público.

Domingo, 3 de Janeiro. Há recolher obrigatório em todo o país, a partir das 13 horas. Mas a RTP, à noite, a transmitir em direto a final do The Voice Portugal com sala cheia de público“, lê-se na legenda de uma publicação que Paulo de Morais colocou na rede social Facebook.

“Restaurantes e cafés obrigados a fechar, cidadãos proibidos de circular, mas a RTP em grande espetáculo. Que estatuto têm os concorrentes e público do ‘The Voice’? Como é possível? Peço explicações, uma vez que «realização de festas de caráter público ou abertas ao público será proibida entre 31 e 3 de janeiro (inclusive)». A palavra ao presidente da RTP”, acrescentou.

Internautas criticam palavras de Paulo de Morais

A publicação não foi bem aceite por parte dos seguidores. Paulo de Morais acabou por ser acusado de “populismo” e de se assemelhar, com este tipo de comentários, ao líder do Chega André Ventura.

Confira aqui alguns exemplos:

“Este post já é exagero, a RTP é o canal com mais dignidade no horário nobre… Se as pessoas devem de estar em casa deviam de ter também obrigação de ter serviço público ou entretenimento de qualidade”;

“E futebol, não houve? Sábado e domingo à noite? E a TVI e a SIC não tiveram os seus programas de domingo à tarde ao vivo, onde o meu filho, que é musico, participou? As pessoas que participam nestes eventos estão a trabalhar. E, já agora, no ‘The Voice’ não há público. Só os acompanhantes dos concorrentes. O senhor Dr. Paulo de Morais, que tem imenso valor quando denuncia situações de corrupção, perde credibilidade com estes comentários ridículos. A rever”;

“Sr. Paulo de Morais, sempre tive admiração por si, mas este post já cheira a populismo. Se não visse quem foi o autor, diria que tinha sido o André Ventura. Então aquela malta não esteve a trabalhar? (…) Acho que enveredar pelo populismo não é o caminho certo para seguir, mas você é que sabe. Cumprimentos”.

Crítica ao ‘The Voice’ e à RTP1 já não é uma novidade

Esta não é a primeira vez que Paulo de Morais se mostra contra a RTP1 e o concurso. Na semana passada, fez exatamente o mesmo.

“Domingo, 27 de dezembro, em Lisboa, havia recolher obrigatório, a partir das 13 horas. Mas a RTP esteve, à noite, a transmitir em direto a gala do ‘The Voice Portugal’, com sala cheia. Restaurantes e cafés obrigados a fechar, cidadãos proibidos de circular, mas a RTP em grande espetáculo. Que estatuto têm os apresentadores, jurados, concorrentes e público do ‘The Voice’?”, questionou.

“Porque foi possível? Porque a gala do ‘The Voice’ é realizada fora de Portugal? Porque este espetáculo faz parte do Serviço Nacional de Saúde? Porque a RTP está acima da lei? Peço explicações”, exigiu.

Leia também: The Voice: classificação final do programa gera críticas por parte dos fãs

Domingo, 3 de Janeiro. Há recolher obrigatório em todo o País, a partir das 13 horas. Mas a RTP à noite, a transmitir em…

Posted by Paulo de Morais on Sunday, January 3, 2021

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News