fbpx
RTP

Taskmaster: Programa de Vasco Palmeirim e Nuno Markl coloca celebridades à prova

Taskmaster

As noites de sábado na RTP1 nunca mais serão as mesmas com Vasco Palmeirim e Nuno Markl em Taskmaster.

Este sábado, estreou na RTP1, ‘TaskMaster’, programa conduzido pela dupla Vasco Palmeirim e Nuno Markl. Um programa que irá colocar uma celebridade a derrubar patos de borracha com os mais inusitados instrumentos.

Nesta primeira temporada, Inês Aires Pereira, Jessica Athayde, Gilmário Vembra e Toy são as personalidades fixas, que terão de colocar a sua criatividade à prova, assim como do convidado especial, que irá ser diferente ao longo de oito semanas. Fernando Mendes foi o convidado especial que se juntou ao grupo fixo na estreia.

Sobre o primeiro episódio, Jessica Athayde revela como foram as gravações: “Foi muito desafiante. Nós não competíamos uns com os outros, queríamos que todos se dessem bem no jogo, mas foi, sem dúvida, um projeto muito divertido.” Já quanto ao seu desempenho nas provas, a atriz confessa: “Houve coisas que se tornaram frustrantes porque parecem ser fáceis, mas fazê-las não é assim tão prático. Estive disponível o tempo todo para dar tudo e arriscar. Eu estava completamente na boa, descontraída, a suar, o cabelo já colado…”.

Toy, de 59 anos, entrou para este desafio como se tivesse 20 anos. “Ninguém me leva ao limite (…) Parar é morrer, e eu quero é estar vivo e quero que a minha neta olhe para o avô e diga: ‘Eh pá, o meu avô é um grande maluco’. Isso é saudável, há que ser enérgico, sempre para a frente.”

Neste programa, Vasco Palmeirim será conhecido como Taskmaster, enquanto que Nuno Markl assume o papel do seu assistente.

“A confiança é tal que eu já consigo escrever para ele e ele para mim. A dinâmica do Taskmaster é muito fácil, que é basicamente ‘eu sou o patrão dele’, sou eu que idealizo as provas, ele é o meu braço-direito, o juiz, o árbitro, é muito fácil trabalhar com ele“, disse Vasco Palmeirim na apresentação do formato à imprensa. “Eu e o Markl não temos qualquer constrangimento um com o outro e isso é fundamental“, acrescentou.

Já Nuno Markl afirmou que Taskmaster “é uma tela em branco, temos de estar preparados para o que vai acontecer, seja eu, enquanto juiz daquilo, sejam os câmaras, toda a gente”. “O ambiente era tão acolhedor que estimulava muito que nós nos comportássemos como se estivéssemos numa espécie de festa de anos infantil. Muitas vezes sentia que nós tínhamos, outra vez, sete ou oito anos, e estávamos ali numa festa de aniversário de alguém, por isso todo o processo foi natural e super-relaxado.”

Leia também: Nuno Markl sobre ‘Taskmaster’: “Um misto de profunda inteligência com total disparate”

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>