fbpx
RTP

Tânia Ribas e os primeiros dias com Covid-19: “Chorei muito”

Tânia Ribas De Oliveira
Instagram

Tânia Ribas está infetada com a Covid-19. O diagnóstico surgiu bem próximo da Consoada e deixou a apresentadora de rastos. Teve medo e chorou muito durante os primeiros dias.

“A caminho do oitavo dia em casa e já me sinto com vontade de escrever. Apesar de os meus sintomas físicos terem sido ligeiros (cansaço e falta de olfato e paladar), acho que se fala muito pouco sobre o peso emocional que a Covid-19 cria nas pessoas infetadas”, lê-se na legenda de uma publicação que Tânia Ribas partilhou, esta terça-feira, na rede social Instagram.

De seguida, a apresentadora do programa ‘A Nossa Tarde’, da RTP1, indicou ainda que completou o desabafo num texto que partilhou no blogue pessoal. Nele, assumiu que foi “muitíssimo duro” testar positivo bem perto do Natal e não saber, sequer, se os filhos e o marido também tinham sido apanhados pelo vírus.

“O que dói verdadeiramente? É o medo. Ele existe. Não sabemos como vamos acordar no dia seguinte e, no silêncio das noites infinitas, somos nós e as nossas angústias. «Vou ter febre? Tosse? Falta de ar? Ficarei com sequelas? E se pioro de um momento para o outro?». Fingimos que os fantasmas não têm voz e tentamos dormir. Os primeiros dias são muito duros”, assumiu.

“Passa um, dois, três, quatro e, ao quinto dia, começa a esperança a ganhar lugar: «se não piorei até aqui, pode ser que seja das sortudas por quem a Covid-19 passa sem magoar muito». Chorei muito durante dois ou três dias. Muito, muito. Sem esforço. As lágrimas escorriam e eu cansada, nem as limpava”, acrescentou ainda a profissional de televisão (leia aqui o texto completo).

Leia também: Rosa Veloso interpõe ação judicial contra RTP e diretor de informação da estação

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News