RTP

Precários da RTP em protesto frente à sede

Os precários da RTP protestam, nesta segunda-feira, em frente à sede da RTP, em Lisboa, pela falta de respostas do Governo sobre a sua integração, e esperam que a iniciativa se estenda a trabalhadores da estação noutras zonas.

“Hoje não colaboramos” é o mote do protesto que leva cerca de uma 100 trabalhadores precários da estação pública às portas da sede da RTP, pelas 10h. «Mais de uma centena de falsos recibos verdes tiveram parecer positivo da comissão de avaliação e aguardam a homologação da ministra da Cultura, do ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e do ministro das Finanças para poderem ser integrados», justifica o grupo em comunicado enviado às redacções, acrescentando que estes profissionais já deveriam estar integrados nos quadros da empresa até ao passado dia 31 de maio.

«Mesmo reunindo os requisitos para a integração, a grande maioria teve parecer negativo», afirma o grupo, acusando a RTP de alterar «pareceres positivos sem justificação plausível», enquanto vários precários «viram os tribunais reconhecer o seu vínculo com a RTP como sendo um contrato de trabalho» mas «apesar disto, a empresa recusa integrar esses profissionais».

O grupo revela que a estação pública, durante o último ano, continua «a contratar pessoas a recibos verdes, nos mesmos termos que fazia antes», cujos trabalhadores «não têm nenhum horizonte de integração».

«Nós – um conjunto de precários, de falsos recibos verdes da RTP – vamos protestar porque queremos que esta situação se resolva e está por resolver de várias formas», disse Mariana Oliveira, uma das representantes da organização em declarações à agência Lusa.

«Estendemos o repto a todos os trabalhadores precários da RTP nas várias delegações. Por motivos muito práticos, os colegas que trabalham nas ilhas, não podem deslocar-se, mas temos, por exemplo, o caso de alguns colegas que vêm do Porto para o protesto», contou Mariana Oliveira.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close