fbpx
RTP

Portugal fora do «Festival Eurovisão 2014»

Suzy Portugal Fora Do «Festival Eurovisão 2014»

Suzy

Em março, os portugueses elegeram a música Eu Quero Ser Tua como a vencedora do Festival da Canção 2014 e, por isso, Suzy foi a representante de Portugal no considerado maior concurso musical da europa.

Com estreia marcada para a noite de ontem, Suzy não conseguiu carimbar o passaporte para a final, fincando-se pela primeira semifinal que ocorreu em Copenhaga.

Arménia, Azerbaijão, Holanda, Hungria, Islândia, Montenegro, São Marino, Suécia, Rússia e Suécia pertenceram ao lote dos 10 países que passam assim à final que ocorrerá este sábado e que terá transmissão na RTP.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

14 Comentários

Clique aqui para comentar

  • A música portuguesa era má mas passaram bem piores. Grande parte delas era mesmo má, baladas da treta que não interessam a ninguém.
    Notei que a maioria das músicas foi em inglês, uma táctica que desvirtua totalmente o festival. A escolha por televoto também é uma chachada. Quem é que na Europa vota nos portugueses? Só mesmo os nossos emigrantes.
    A cantar em português, com os países de leste, dificilmente passaremos, seja com esta música reles , seja com outra qualquer.

    • Quem quer competir para ganhar, canta em inglês e investe em temas musicais fortes. Quem quer apenas “participar”, manda uma Suzy a cantar uma música do Emanuel, em português… simples. A RTP apenas quer participar, como é óbvio. E o mais engraçado é depois ver pessoas da RTP ou a própria Suzy a dizer que o que interessa é “mostrar a cultura portuguesa” e “dignificar o nosso país” (lol!!!)… ou seja, vão para uma competição musical com essa atitude, como se fosse um “festival cultural”, ou de folclore, quem sabe…

  • Sinceramente uma INJUSTIÇA Portugal não ter passado já que a Islândia (com aquela música), San Marino e a Rússia passaram. Podia não a melhor letra, mas era muito melhor que estas 3. Foi a única canção que colocou os eurofãs a dançar e a divertir-se. Foi uma levada de ar fresco no meio de tanta balada. Enfim INJUSTIÇA

  • Soy español y siento mucho que no Suzy no pasara a la final. En España nos gustó y no entendemos por que no pasó. Portugal es mejor que San Marino y Montenegro. Espero que Portugal esté en Eurovision 2015. Ojalá en España. Por favor votad a España en la final

    • Mas comentou porquê, então?! Gosta de perder tempo a ler, ver e comentar o que não lhe interessa! Que interessante a sua vida!

      • Claro. Ou é suposto só comentar aquilo que me interessa?

        E que raio de comentário é esse sobre a minha vida? O meu comentário é apenas sobre o Festival, não fiz nenhum ataque pessoal.

    • O Festival existe e está de boa saúde. É o maior evento de música da Europa e o segundo do mundo. Sabes o que isso significa? Portanto não o chames de pobreza , porque lá isso eles não são.

      • Há um ranking oficial de eventos de música que suporte o que acabaste de afirmar ou estás apenas a dar a tua opinião?

        Quanto ao estar de boa saúde… Há muito tempo que é um zombie (morto-vivo). Evento de música? É mais um evento político do que de música. E as músicas deste Festival são tão pobres (culturalmente) e dispensáveis…

        • Concordo com as questões relativas às razões da existência deste evento.
          Se é para celebrar qualquer tipo de união entre todos os Estados participantes, só pode ser para rir.
          Se é para dar a conhecer as culturas uns dos outros, menos sentido fará ainda. Quanto muito mostra o domínio da cultura anglo-saxónica ou pelo menos da língua inglesa.
          A nível musical, também não o vejo servir grande propósito. Mesmo os maiores sucessos não foram propriamente “hits” mundiais, na melhor das hipóteses lá venderam razoavelmente em meia dúzia de países.
          Ainda por cima alguns Estados têm lugar garantido na final. Uma coisa também para levar muito a sério numa competição.
          Cada um é livre de gostar do festival, mas daí a ele fazer sentido…

          • E o sistema de votos? A maioria das pessoas votará no seu país de origem (embora haja pessoas que não gostam do seu país e adoram outros países), logo os países mais ricos e com maior população são sempre os favoritos. Depois, temos os representantes de cada país (não sei se isto ainda existe) a votarem nos países aliados (lá está, política). Portugal dá sempre o primeiro lugar à Espanha, mesmo que a música espanhola seja a pior do Festival! E, para finalizar, temos países que nunca ganharam (como o nosso) porque o país vencedor teria de organizar o Festival da Eurovisão no ano seguinte e, como isso é muito dispendioso, sempre rejeitámos (nos bastidores) vencer.

ATV News