RTP SIC TVI

Políticos levam para casa 1,2 milhões de euros em comentários na TV

Todos os canais de televisão portugueses recorrem a figuras da praça política para o debate de ideias e, muitos deles, assumem-se protagonistas dos horários nobres.

A filosofia não é nova e há quem defenda que Marcelo Rebelo de Sousa se serviu do espaço de comentário da TVI para poder mostrar a sua total disponibilidade para o cargo de Presidente da República, tendo aproveitado o tempo de antena para se promover.

Com a fórmula testada em Marcelo Rebelo de Sousa – e com resultados convincentes do ponto de vista audiométrico – os canais resolveram replicar o modelo e chamaram cerca de 70 políticos e ex-políticos em 2018 para darem a conhecer os seus pontos de vista. Os nomes que mais se destacam, e se mantêm no ar por não terem nenhuma atividade política ativa, são os de Marques Mendes e Paulo Portas. Os campeões nas audiências – quando comparados com os restantes políticos-comentadores -, mas também nos valores auferidos.

A revista Sábado avança que há políticos que levam 100 euros por minuto de comentário, tendo as empresas de comunicação desembolsado cerca de 1,2 milhões de euros para pagar aos comentadores.

Marques Mendes, em articulação com Clara de Sousa, assume o comentário político de domingo, num exercício que o ex-político do PSD garante ser “bastante intenso”. Sem medo, admite que às vezes recebe contactos que visam influenciar o seu espaço de comentário, algo que é “normal”, uma vez que a par de Paulo Portas é um dos políticos mais ouvidos atualmente, sendo também o mais bem pago por programa ao receber mensalmente 7 500€. Já Global, na TVI, vale a Paulo Portas cerca de 7 200€.

Com base na informação da revista Sábado, eis quanto receberam por mês em 2018, os principais comentadores políticos:

– Marques Mendes (SIC) – 7 500€

– Paulo Portas (TVI) – 7 200€

– Paulo Rangel (TVI) – entre 1 000€ a 5 000€

– Fernando Medina (TVI) – 3 383€/mês

– Francisco Louçã (SIC) – 2 500€

– Leitão Amaro (SIC) – 1 500€

– Marco António Costa (SIC) – 1 500€

– Rui Tavares (RTP2) – 500€/programa

– Ana Catarina Mendes (TVI) – 400€/programa

Ficam por conhecer os valores de João Ferreira (o PCP não respondeu) e Assunção Cristas, que não revelou o valor pago pela CMTV.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News