fbpx
RTP

«Podíamos ter melhores textos» defende Lúcia Moniz

A cantora e atriz portuguesa que atualmente protagoniza a série da RTP «Maternidade» é crítica quanto aos argumentos da ficção nacional. Quando questionada pelo Correio da Manhã acerca da ficção nacional, Lúcia Moniz é clara e acha que «se pode fazer ainda muito melhor», justificando-se dizendo que «podíamos ter melhores textos».

De facto, a atriz defende a importância dos argumentos, pois «um texto bem escrito é saboroso de ser trabalhado e facilita-nos a interpretação», sendo que Lúcia Moniz não adianta exemplos de produções que pudessem ser melhor escritas.

Além disso, a Madalena de «Maternidade» diz ainda que «algumas vezes» trabalha com alguma frustração, apressando-se a dizer que não é apenas culpa «de quem escreve, porque, às vezes é dado um tempo curto aos autores. E não é qualquer um que cria de um momento para o outro.» Por outro lado, este ritmo de trabalho exigido muitas vezes em televisão também leva os atores a «perderem qualidade quando têm de fazer 40 cenas por dia.» Assim, a atriz destaca o ritmo de trabalho como principal fator de perda de qualidade da ficção nacional, não querendo estar a «atirar pedras aos guionistas!»

Apesar destas críticas, Lúcia Moniz mostra-se satisfeita e entusiasmada com a sua participação na série da RTP, considerando que é estimulante, na medida em que tinha «um realizador que queria inovar, câmaras capazes de explorar outras formas estéticas de fazer ficção…»

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

2 Comentários

Clique aqui para comentar

ATV News