RTP

Obrigar crianças a beijar avós “é uma violência”. A polémica afirmação que está a dar que falar

Prós e Contras desta segunda-feira teve em debate o tema movimento #Metoo. O convidado Daniel dos Santos Cardoso, professor universitário da Universidade Lusófona, na área da Comunicação e da Sexologia e na Universidade Nova de Lisboa, — que não integrava o painel de comentadores — decidiu participar no debate, e as suas declarações deixaram a apresentadora do programa, a jornalista Fátima Campos Ferreira espantada.

«Quando a avozinha ou o avozinho vai lá a casa e a criança é obrigada a dar o beijinho à avozinha ou ao avozinho. Estamos a educar para a violência sobre o corpo do outro ou da outra, desde crianças», disse o professor universitário. A jornalista Fátima Campos Ferreira reagiu com espanto: «Não estou a perceber… O beijinho da avó ou do avô é uma violência?».

Ao que Daniel Cardoso respondeu: «Sim, sim, eu estou a dizer que obrigar alguém a ter um gesto físico de intimidade com outra pessoa como obrigação coerciva, é uma pequena pedagogia… E agora vem o Foucault, com as micro-físicas do poder… é uma pequena pedagogia que depois cresce e depois vemos os estudos em que 49% dos jovens adolescentes acham aceitável que o namorado ou a namorada lhes controle os telemóveis»

Esta intervenção de Daniel Cardoso está a dar que falar nas redes sociais.

Veja o vídeo

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
ManelJoaquim da BeloMinoria Silenciosa Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Minoria Silenciosa
Visitante
Minoria Silenciosa

Neste Portugal “democrático”, confunde-se educação com “violência”. Confunde-se “fascismo” com o cumprir ordens e não ser uma bandalheira (Tancos). Dantes , mesmo os pais analfabetos davam educação e princípios aos filhos, hoje em dia não. Um povo que foi habituado a temer o “chicote”, não sabe usar e respeitar a liberdade, mesmo como seu semelhante.
Somos uns energúmenos.
PS- Há mais de 2000 anos e antes de Cristo, nas invasões do Império Romano aqui na Península Ibérica, estes diziam, que nós “éramos um povo muito estranho, nem nos governávamos, nem nos deixávamos governar.

Joaquim da Belo
Visitante
Joaquim da Belo

Que mentalidade!ouvir isto é ridículo, publicar o que essa criatura disse até devia ser proibido,que falta de sentimentos, não deve ter tido pai nem mãe.

Manel
Visitante

Com certeza que esta pessoa nasceu de ovo, num aviario qualquer. Ter afecto pela familia, uma violencia!?! E se a crianca nao demonstra afecto pela familia? Isso sim, pode ser um sinal de problema…

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close