RTP

Mickael Carreira e Anselmo Ralph quiseram sair do «The Voice Portugal»

As gravações da nova edição do The Voice Portugal arrancaram este mês. Os 4 mentores, Anselmo Ralph, Áurea, Marisa Liz e Mickael Carreira estão a gravar a todo o gás as provas cegas, à procura da nova voz de Portugal.

Mas foram os dois cantores que à TV Guia confessaram que houve momentos em que estiveram para rejeitar o convite da produção e da RTP para voltarem a sentar-se nos cadeirões.

O cantor angolano foi ainda mais longe e garante que, nos últimos dois, não teve vontade nenhuma de fazer parte da equipa dos mentores. «Não quis mesmo fazer o programa!», explicando de seguida os motivos: «Acho que teve a ver com problemas de estrutura. Foram anos de muita mudança, trabalho e stress. Tinha outras preocupações na minha cabeça, que me perturbavam, e achava que isso não era produtivo para o próprio programa.»

«The Voice Portugal» ganha estúdio renovado

Para a nova edição, Anselmo garante estar dedicado a 100 por cento ao The Voice. «Este ano é diferente! Quero mesmo fazer! Quero voltar a curtir o programa. As coisas fora do The Voice estão a correr bem, tanto a nível profissional como pessoal.»

O colega, Mickael Carreira, também revela que pensou abandonar o formato da RTP. «Há dois ou três anos que dizemos que não sabemos se queremos fazer parte de outra edição. São sempre anos muito intensos, entre concertos, viagens… Em 2017, foram 25 concertos só em Agosto, agora são 20. O ano passado fui pai… Houve muita coisa a acontecer ao mesmo na minha pessoal.»

Pelo sexto ano consecutivo com o formato no ar, o filho de Tony Carreira tem outro motivo para estar preocupado. «Quero tentar não cansar muito o público. A malta pode estar farta de me ver durante tanto tempo em televisão», contudo, agradece «o voto de confiança da RTP e da Shine Iberia».

Aurea quer ganhar o «The Voice Portugal»