fbpx
RTP

Júlio Isidro critica a intolerância perante Conan Osíris

Conan Osíris 2 1 Júlio Isidro Critica A Intolerância Perante Conan Osíris

O apresentador da RTP e presidente de júri do Festival RTP da Canção, Júlio Isidro, publicou no semanário Expresso desta semana um artigo de opinião onde fala do festival e da polémica escolha de Conan Osíris para representar Portugal em Israel.

Para o histórico apresentador, a polémica em torno da vitória de Conan Osíris não tem sentido e lamenta a “intransigência, a intolerância e a implacável partidoclubite” dos portugueses.

Júlio Isidro critica também o facto de ser “a medo que opinamos” por termos receio da “vergastada”, sublinhando que Conan Osíris não teve medo e quebrou essa barreira.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

11 Comentários

Clique aqui para comentar

  • O que me parece é que quem tem medo de ser criticado por não dizer sim a tudo o que aparece com roupagens “esquisitas” para não dizer mais, são os júris e os inseguros. Afinal todos tem o direito de dizer “não” sem medo… Em anos consecutivos o júri do Festival disse sim a quem ficou em primeiro lugar e no ano seguinte disse sim a quem acabou por ficar em último ligar… Onde está a coerência?

  • A RTP é a igreja do Sr.Júlio Isidro e como bom sacerdote defende “dogmaticamente” tudo que esta estação “bota” para fora.Os fanatismos nunca foram bons conselheiros e não têm nada a ver com o vestir a camisola.A “partidoclubite” é dele pois não acredito que o Sr.Júlio Isidro,no seu íntimo,aprecie essa coisa musical(?)que se intitula de Conan Osíris.Quem chama a si a responsabilidade de ter lançado alguns dos melhores representantes da música portuguesa do pós 25 de Abril,não pode agora vir defender tal aberração, sob pena de destruir toda a sua reputação de “expert” musical.

  • Aliás,o Sr.Júlio Isidro, certa ocasião, veio a terreiro defender a Sra.Dona.Dina Aguiar por esta se despedir com um taxativo “ate´ amanhã se Deus quiser”.O dito cavalheiro elogiava a atitude da dita senhora,pelo facto de um determinado santinho ser o patrono dos jornalistas.Pelos vistos para ele isso é um facto e pronto,nem se discute;na RTP é “tudo” cristão e católico,bem como todos os jornalistas da nossa praça!Agora pergunto eu:e se houver jornalistas cujo patrono é o Buda?Não se considera?Não teria lugar na RTP?Poderia despedir-se dizendo “até amanhã se Buda quiser” ?Provavelmente seria considerado tolinho por parte do Sr.Júlio Isidro.Cada um tem direito às suas crenças e não tem que levar com a crença dos outros,muito menos quando esses estão ao serviço duma empresa pública,que deve servir(e respeitar) todos os públicos e não só alguns.Está visto que a “teleclubite” é do Sr.Júlio Isidro e não dos espectadores que não engolem o “telelixo” que a RTP despeja nos ecrãs das nossas casas.

ATV News