RTP

Já foi revelado como vai ser o palco da Eurovisão 2018. Veja-o aqui.

É certo que ainda faltam alguns meses para o Festival Eurovisão da Canção chegar a Lisboa, mas já começaram a ser reveladas algumas novidades da edição do próximo ano. Depois de ter sido anunciado o slogan, a organização desvendou agora alguns detalhes sobre o palco do evento.

A Eurovisão revelou a primeira imagem do design do palco da edição de 2018 que se vai realizar na Altice Arena, na capital portuguesa. O palco foi desenhado por Florian Wieder, responsável pela projeção de vários outros palcos da Eurovisão, incluindo o de Kiev, da edição de 2017.

A organização revela que o palco do designer alemão, cuja ideia foi considerada a melhor pela RTP, foi inspirado no «casco de um barco e reflete a história e cultura de Portugal». «Isto deve-se principalmente aos marinheiros portugueses, que viajaram pelos mares com coragem e excelentes habilidades de navegação», lê-se no site oficial do certame.

«O Festival da Eurovisão 2018 vai levar-te numa expedição por várias culturas na Europa e no mundo. Uma viagem pelos mares mais altos da música, que busca a descoberta, ligação e união das nações. Portugal quer juntar países e culturas. Portugal vai unir a música da Europa. Com este palco, Portugal vai ser o navegador e a bússola novamente», acrescenta o autor do palco.

O site oficial do evento revela que Florian Wieder se inspirou nos descobrimentos, nomeadamente em quatro pontos da cultura e história portuguesas: navegação, mar, barcos e mapas.

Navegação: A esfera armilar é um instrumento de astronomia aplicado à navegação e representa a importância de Portugal na Era dos Descobrimentos. Por esta razão, a esfera armilar torna-se o elemento chave visual no conceito de design.

Mar: O mar dá uma sensação de liberdade e clareza tornando-se um dos lugares mais pacíficos da Terra. O formato do palco mostra uma interpretação moderna de uma onda e a sua representação orgânica.

Barcos: Os portugueses foram pioneiros na arte da construção de navios e responsáveis por grandes avanços da tecnologia e ciência náutica, garantindo a exploração de vários territórios por causa desta habilidade. A estrutura do palco é inspirada por essas peças de arte usadas na construção de barcos.

Mapas: Lisboa vai tornar-se o centro das atenções e onde se cruzam todas as linhas que ligam países e nações. O cenário criado contempla também esta ideia.

Paulo Resende, vice-produtor executivo da Eurovisão 2018, explicou que «os requisitos conceptuais visam respirar uma identidade portuguesa elegante, moderna e distinta».

Recorde-se que o Festival Eurovisão da Canção do próximo ano decorre em Lisboa, na Altice Arena, no Parque das Nações. As eliminatórias terão lugar a 8 e 10 de maio e a final será a 12 de maio.