RTP

Inédito: RTP aposta em novela angolana para o horário nobre

Conforme foi noticiado anteriormente pelo site A Televisão, a ficção angolana continuará a ser aposta da RTP. Situação que se deve essencialmente às boas audiências registadas por Windeck – O Preço da Ambição, em 2013. Jikulumessu é a nova aposta do canal, tendo estreado em Angola em outubro no ano passado.

Porém, e ao contrário do que se esperava, a novela do canal angolano TPA não vai para o horário das 14 horas. Jikulumessu – Abre o Olho será a aposta da estação pública para substituir Água de Mar no horário nobre, avança o Diário de Notícias. Esta estratégia torna-se, portanto, inédita, uma vez que é a primeira vez que um produto angolano conquista o período prime-time português.

Com um elenco fixo de 74 atores, e uma equipa de 180 profissionais, a trama baseia-se numa história de amor e vingança passada em Angola que conta a história de Joel Kapala, um jovem de 17 anos do Lubango, sofre uma grande desilusão e jura vingança. Em 1998, é admitido num dos colégios mais conceituados de Angola, o Colégio Internacional Santa Agnes, em Luanda, para completar os estudos pré-universitários. A admissão no colégio provoca um conflito na família Kapala, por um lado, Laura Kapala, mãe de Joel, que o apoio, por outro o pai que se opõe, Ivo Kapala, dono de uma oficina de automóveis.

11
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Marta ClementedavidpapoilaDani Vazyorofo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Dani Vaz
Visitante
Dani Vaz

Isto certamente deve ser alguma piada de mal gosto. O serviço público português entrará para a história da Europa como aquele que exibe uma novela estrangeira para concorrer com novelas nacionais. Isso é que é diferenciar-se da concorrência. E com qualidade!

Pedro Silva
Visitante
Pedro Silva

Dani Vaz por mais angolanos que vivam neste país e que por isso a RTP tenha tomado essa decisão (por questões audiométricas), mete-me ate nojo de ver tanta angolanada na televisão! Além disso não se admite que o único canal de serviço público (será?) exiba uma novela estrangeira para concorrer com novelas nacionais! Onde estão os grandes das novelas nacionais’! Francamente isto é um insulto ao produto televisivo português!

Dani Vaz
Visitante
Dani Vaz

Não vejo problema algum nos produtos angolanos. Promover a cultura, a meu ver, deve ser um dos papeis do serviço público. Produz-se excelentes conteúdos ao redor do mundo. Mas é preciso priorizar a cultura portuguesa. A TV portuguesa já tem novelas demais. E por mais que Angola faça parte da história portuguesa, tal conteúdo deveria ser complementar — talvez na RTP 2 ou ainda em um tão falado terceiro canal e não no horário de excelência do principal canal público português.

Dani Vaz
Visitante
Dani Vaz

Se Deus permitir, e o atual governo também, esta administração cairá antes de cometer tamanha atrocidade.

Pedro Silva
Visitante
Pedro Silva

Deus queira que sim! A RTP é uma autêntica fantochada!

lorZ
Visitante
lorZ

Epá, não!

yorofo
Visitante
yorofo

Que seja angolana ou portuguesa, o que me mete vergonha é a RTP 1 continuar a preencher o seu horário nobre de segunda a sexta de novelas como se não houvessem suficientes a esta hora.

papoila
Visitante
papoila

o que me custa verdadeiramente é ter de pagar amais todods os meses na minha factura da luz quase 3 euros, para sustentar ordenados de luxo e sustentar uma coisa que nada tras para nosso beneficio, onde já se viu gastar milhoes de dinheiro publico num canal de televisão quando há tanto onde investir por exemplo na saude ….. isto é que me custa me envergonha e me desilude como portuguesa, estas noticias revoltam-me, ainda por cima vão comprar um produto estrangeiro, ao invés de gastarem ao menos no que é nosso…..

david
Visitante
david

blá blá bla´ engulam tugas …..Portugal a colonia de Angola

Marta Clemente
Visitante
Marta Clemente

Os mesmos tugas que te deram uma língua para tu poderes estar aí a expressar o teu ódio, inveja e frustração.
E os mesmos também que vendem meios humanos e materiais à produção dessas novelitas, senão elas nem se faziam.

Marta Clemente
Visitante
Marta Clemente

Que ridículo. Se é para a RTP ser a versão pior da SIC e da TVI, mais vale privatizarem ou acabarem com ela.
Temos mesmo vício de ser importadores e consumidores, em vez de sermos nós a produzir e a exportar para esses países todos, como devia ser.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close