fbpx
RTP

Hugo Andrade recua nas metas a atingir pela RTP

Hugo Andrade Hugo Andrade Recua Nas Metas A Atingir Pela Rtp

Hugo Andrade

Apesar de ter manifestado publicamente o desejo de ver as duas televisões estatais, RTP1 e RTP2 alcançarem, juntas, os 22%de share no final do próximo ano, Hugo Andrade, diretor de programas da televisão pública diz que será «muito difícil» atingir essa meta.

O objetivo fixado pela própria administração da empresa pública, liderada por Alberto da Ponte parece estar agora mais longe aos olhos do responsável. «Não é impossível, mas é altamente ambicioso », assegura à Correio TV, e acrescenta,« as variáveis do mercado têm de se alterar para que tal aconteça» .

Perante o resultados obtidos na RTP no mês em que dedicou parte da sua grelha à transmissão da Taça das Confederações,  o responsável elevou a fasquia para os 30% de share, tal como noticiado pel’A Televisão. Agora, Hugo Andrade recua na meta a atingir. «Isto não se faz em meses, mas em vários anos», justifica ao suplemento de televisão.

Para a próxima rentrée, em setembro, está marcada uma nova renovação da grelha do primeiro canal que pretende manter a toada de aproximação da estação ao público: «vamos dar o segundo passo na reestruturação da grelha, que voltará a ter uma perspetiva mais popular, de televisão de grandes públicos».

Depois de ter alterado o daytime da RTP1, com a transferência da Praça da Alegria do centro de produção do Porto para Lisboa e ter deixado na condução do formato João Baião e Tânia Ribas de Oliveira e ainda ter entregue a José Carlos Malato e Marta Leite Castro o programa Portugal no Coração, o diretor de programas não esconde a intenção de voltar a mexer no horário. «A programação diurna precisa de ser renovada, as TV estão muito iguais nesse período», conclui.

 

2 Comentários

Clique aqui para comentar

ATV News