RTP

Gala SPA Prémio Autores 2018 transmitido em direto

Com apresentação de Ana Zanatti e Virgílio Castelo, a Gala Prémio Autores 2018 vai distinguir o que de mais relevante se fez no panorama cultural português no ano de 2017.

 

A gala do Prémio Autores 2018, uma iniciativa da Sociedade Portuguesa de Autores, vai premiar personalidades na área da cultura: cinema, artes visuais, rádio, dança, televisão, literatura, música e teatro. Uma cerimónia que terá lugar no dia 20 de março, no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém, e com transmissão em direto, a partir das 22h15, na RTP2.

 

Este ano será atribuído o Prémio Vida e Obra de Autor Nacional ao neurocientista António Damásio e o Prémio Melhor Programação Cultural Autárquica à Câmara Municipal do Seixal.

PRÉMIO VIDA E OBRA DE AUTOR NACIONAL
António Damásio

PRÉMIO MELHOR PROGRAMAÇÃO CULTURAL AUTÁRQUICA

Câmara Municipal do Seixal

TELEVISÃO

MELHOR PROGRAMA DE INFORMAÇÃO
“Linha da Frente”
Autoria Jornalística: Mafalda Gameiro – RTP1

 “O Segredo dos Deuses”
Autoria Jornalística: Alexandra Borges e Judite França – TVI

“Sexta às 9”
Autoria Jornalística: Sandra Felgueiras – RTP1

MELHOR PROGRAMA DE FICÇÃO
“Caminhos da Alma – Fátima”
Autoria e Realização: João Canijo – Midas Filmes

“País Irmão”
Autoria: Tiago R. Santos, João Tordo e Hugo Gonçalves
Realização: Sérgio Graciano – Stopline Films

“Ouro Verde”
Autoria: Maria João Costa
Realização: Hugo de Sousa, Joel Monteiro, Nuno Franco e Paulo Brito – Plural Entertainment

MELHOR PROGRAMA DE ENTRETENIMENTO
“Janela Indiscreta”
Autoria: Mário Augusto
Realização: António Sabino – RTP1

“Biosfera”
Autoria: Arminda Deusdado – Farol de Ideias

“Curso de Cultura Geral”
Autoria: Anabela Mota Ribeiro
Realização: Vanda Santana – RTP2


DANÇA

 MELHOR COREOGRAFIA
“Síndrome” de Olga Roriz

“Bacantes – Prelúdio para uma purga” de Marlene Monteiro Freitas

“Ressaca” de David Marques



RÁDIO

MELHOR PROGRAMA DE RÁDIO
“Jazz a 2” Antena 2 de João Moreira dos Santos

“Em nome do ouvinte” RDP de João Paulo Guerra

“Fórum TSF” TSF de Manuel Acácio


ARTES VISUAIS

MELHOR EXPOSIÇÃO DE ARTES PLÁSTICAS

“Fernanda Fragateiro: dos arquivos, à matéria, à construção” de Fernanda Fragateiro
MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia

“Romanian Dances” de Mariana Gomes – Galeria Baginski

“As Happy As Sad Can Be” de Wasted Rita (Rita Gomes) – Galeria Underdogs


MELHOR TRABALHO DE FOTOGRAFIA

“The Portuguese Prison Photo Project” de Luís Barbosa – Centro Português de Fotografia
“Casa da Estrada” de André Gomes – Galeria Diferença
“Americans 45 – Accident is the greatest of all Inventors” de Luís Mileu – AMAC – Auditório Municipal Augusto Cabrita


MELHOR TRABALHO CENOGRÁFICO

“Veraneantes” de Fernando Ribeiro

“Inferno – Divina comédia” de Rui Francisco

“Noite viva” de António Casimiro e João Lourenço


LITERATURA

MELHOR LIVRO DE FICÇÃO NARRATIVA
“A casa das tias” de Cristina Almeida Serôdio
Editora: Teorema

“O pianista do hotel” de Rodrigo Guedes de Carvalho
Editora: Dom Quixote

“Quando as girafas baixam o pescoço” de Sandro William Junqueira
Editora: Caminho

MELHOR LIVRO DE POESIA
“Tão bela como qualquer rapaz” de Andreia C. Faria
Editora: Língua Morta

“Tardio” de Rosa Oliveira
Editora: Tinta da China

“Os nomes dos pássaros” de António Amaral Tavares
Editora: Língua Morta

MELHOR LIVRO INFANTO-JUVENIL
“O Museu do Pensamento” de Joana Bértholo
Ilustração: Pedro Semeano e Susana Diniz
Editora: Caminho

“Poemas para as quatro estações” de Manuela Leitão
Ilustração: Catarina Correia Marques
Editora: Máquina de voar

“Num tempo que já lá vai” de Rosário Alçada Araújo
Ilustração: Patrícia Furtado
Editora: Edições Gailivro


TEATRO

MELHOR ESPECTÁCULO
“A vertigem dos animais antes do abate”
Encenação de Jorge Silva Melo

“Bacantes – Prelúdio para uma purga”
Encenação de Marlene Monteiro Freitas

“Topografia”
Encenação Criação Colectiva Teatro da Cidade

MELHOR ACTRIZ
Rita Cabaço
em “A estupidez”

Sara de Castro em “Adoecer”

Joana Bárcia em “A noite da Iguana”

MELHOR ACTOR
Romeu Costa
em “Orfãos”

Romeu Runa em “Duelo”

João Grosso em “Inferno – Divina Comédia”

MELHOR TEXTO PORTUGUÊS REPRESENTADO
“Tentativas para matar o amor”
de Marta Figueiredo

“Marcha invencível” de João Pedro Mamede

“Mundo distante” de Nuno Costa Santos



CINEMA

MELHOR ARGUMENTO
“Zeus”
de Paulo Filipe Monteiro

“São Jorge” de Marco Martins

“A Ilha dos Cães” de Jorge António, Paulo Leite e Vírgílio Almeida

MELHOR FILME
“São Jorge”
de Marco Martins e Ricardo Adolfo

“Rosas de Ermera” de Luís Filipe Rocha

“A Fábrica de Nada” de Pedro Pinho

MELHOR ACTRIZ
Rita Blanco
em “Fátima”

Lia Carvalho em “Verão Danado”

Anabela Moreira em “Fátima”

MELHOR ACTOR
Nuno Lopes
em “São Jorge”

Sinde Filipe em “Zeus”

Pedro Marujo em “Verão Danado”



MÚSICA

MELHOR TEMA DE MÚSICA POPULAR
“Hemma”
de Surma

“A vida toda” de Carolina Deslandes

“Amar pelos Dois” de Luísa Sobral

MELHOR TRABALHO DE MÚSICA ERUDITA
“In Tempore”
(álbum Ouver) de João Pedro Oliveira

“Metamorphosis and Resonances” de Hugo Vasco Reis

“Agora muda tudo” de Nuno Côrte-Real e José Luís Peixoto

MELHOR TRABALHO DE MÚSICA POPULAR
“Mais”
de HMB

“Altar” de The Gift

“A procura” de Tiago Bettencourt

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

A Televisão

GRÁTIS
BAIXAR