RTP

Fernando Mendes faz homenagem a Octávio Matos

Fernando Mendes não quis deixar de prestar a sua homenagem ao amigo e colega de profissão o ator Octávio Matos, de 79 anos, que faleceu no passado dia 3 de fevereiro.

“Pequenino e ladino”, é assim que o apresentador do Preço Certo começa por apelidar o amigo. Numa longa dedicatória publicada na sua página do Instagram, Fernando Mendes conta que viu Octávio Matos pela primeira vez em palco no teatro Maria Vitória quando tinha cerca de sete anos. Contudo, já conhecia o ator portuense antes, uma vez que o pai de Fernando Mendes, o também ator Vítor Mendes, era amigo de Octávio.

“Teve os meus filhos ao colo e os meus netos talvez só lhe ouçam a voz nas dobragens dos desenhos animados, mas cá estarei para lhes contar as muitas histórias do OCTÁVIO DE MATOS. Era da família, de dentro da gente, como uma artéria do coração. Sei que estou na idade em que sou mais vezes convidado para funerais que para baptizados mas, ora pôrra, quem manda NAQUILO LÁ EM CIMA bem podia tirar umas férias. Muito longas.”, rematou Fernando Mendes.

View this post on Instagram

AO MEU QUERIDO OCTÁVIO Pequenino e ladino. E do Porto, dessa gente sem rodeios que é de beijo na boca ou murro na mesa. Ao OCTÁVIO DE MATOS acho que o vi a primeira vez em palco no ‘nosso’ Maria Vitória, n’O Prato do Dia ou no Pimenta na Língua, teria eu uns 7 anos. Conheci-o antes, que o Octávio era muito amigo do meu pai, guardião dos 4 miúdos Mendes de cada vez que ao Parque Mayer nos dava para ir petiscar estando o meu pai em cena. A voz que não lembrava a mais ninguém, uma graça que invejava a tanta gente. Só mais tarde soube que o pai dele lhe deu o seu nome, que também era actor e… ilusionista. Adorava digressões. Tinha aquela estaleca dos estaladiços levando comédia e teatro de revista às ex-colónias, onde houvesse emigrantes, pelo país fora. Por mais rica que seja ou um dia venha a ser, a revista à portuguesa e a comédia nunca vão ter maneira de pagar o que lhe devem. Os Mendes adoravam-no, seguiam-no na carreira, preocupavam-se com os desvios da sua sorte e a nossa Mãe Lídia sofria com os seus desamores. Teve os meus filhos ao colo e os meus netos talvez só lhe ouçam a voz nas dobragens dos desenhos animados, mas cá estarei para lhes contar as muitas histórias do OCTÁVIO DE MATOS. Era da família, de dentro da gente, como uma artéria do coração. Sei que estou na idade em que sou mais vezes convidado para funerais que para baptizados mas, ora pôrra, quem manda NAQUILO LÁ EM CIMA bem podia tirar umas férias. Muito longas. Um beijo à Isabel e a todos os mais-que-tudo, nos quais os Mendes modestamente e agora com muita saudade se incluem.

A post shared by Fernando Mendes (@fernandomendesoficial1) on

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News


Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close