RTP

Ex-subdiretor de Informação da RTP contraria versão de Nuno Santos

O polémico caso da cedência de imagens à PSP e que culminou com a demissão da direção de Informação da RTP continua a causar falatório e, esta segunda-feira, Luís Castro abriu o jogo ao Correio da Manhã, lançando acusações a Nuno Santos.

“O Nuno Santos sentou-se a meu lado na redacção e disse: ‘A polícia vem à RTP visionar as imagens’”, revela o ex-subdirector de Informação da RTP ao referido jornal, acrescentando:  “Foi o director de Informação que deu autorização para visionar e entrar nas instalações da RTP”.

Luís Castro assume ainda que ofereceu o seu gabinete “para que as imagens fossem visionadas”. “Perguntei [a Nuno Santos] onde iam ver as imagens e ofereci o meu gabinete porque ia estar em reuniões fora da redacção”. No entanto, garante: “Não fui eu quem deu autorização para que as imagens fossem visionadas, para que os polícias entrassem na RTP e não estive no visionamento”.

Confrontado com estas acusações, Nuno Santos rejeita-as e volta a afirmar que não deu “nem autorização nem instrução para o visionamento e cedência das imagens à PSP”.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News