RTP

Ex-secretário de Estado envia carta aberta a Sandra Felgueiras

Reprodução Facebook

A reportagem da equipa de investigação do ‘Sexta às 9’ promete mais desenvolvimentos esta sexta-feira, 18 de outubro, tal como a própria Sandra Felgueiras anunciou nas redes sociais. No entanto, as reações à primeira parte da reportagem continuam a suceder-se. Desta vez foi Jorge Costa Oliveira, antigo secretário de Estado da Internacionalização, a escrever uma carta aberta à jornalista. 

Na casa, que remeteu para os órgãos de comunicação social, é possível ler que o agora consultor da Lusorecursos não tem conhecimento de qualquer inquérito do Ministério Público à exploração de lítio em Montalegre. “Mais um daqueles inquéritos que, ainda antes de existir ou ser anunciado, caem inadvertidamente na comunicação social, denegrindo pessoas e empresas antes de estas saberem ou haverem sequer sido ouvidas”, pode ler-se na missiva.

“E se o MP ou outra entidade pública entender que necessita do meu depoimento para esclarecer o que quer que seja, estou inteiramente disponível, como sempre foi meu timbre ao longo de uma vida dedicada essencialmente a servir a causa pública”, afirma, no momento em que partilha o link do seu perfil de LinkedIn.

Sobre a jornalista da RTP o antigo governante mostra-se bastante cáustico. “A senhora jornalista Sandra Felgueiras, a coberto de apenas referir factos, omitiu imensos factos e informação relevante, desta forma transformando o que podia e devia ter sido uma peça séria numa peça no mínimo sensacionalista”, acrescenta.

O Jorge Costa Oliveira aproveitou para apresentar as suas credenciais profissionais, sublinhando que: “vivo e trabalho há mais de 25 anos no Extremo-Oriente, tendo sido contactado pela empresa para o fim indicado porque justamente alguns dos maiores operadores mundiais em refinação de lítio, armazenamento de energia e mobilidade elétrica se encontram na China, no Japão e na Coreia do Sul, países onde possuo vastos contactos fruto da minha longa atividade profissional na região (e não por ter sido Secretário de Estado da Internacionalização)”.

O antigo secretário de Estado acusa ainda a ‘senhora jornalista’ de não se ter preocupado com a necessidade de comprovar a veracidade dos factos, caso contrário: “teria compreendido duas coisas importantes: (i) que nada de ilegal ocorreu neste processo e que a empresa tinha e tem direito à concessão porque cumpriu todos os requisitos legalmente previstos; (ii) que a única decisão que o Governo poderia ter tomado era a de atribuição da concessão”.

Sobre António Costa e a relação que mantém com o mesmo, Jorge Costa Oliveira sublinha que é “amigo de António Costa desde os 20 anos, do tempo da Faculdade de Direito de Lisboa e das lutas académicas de então. Apesar de as relações de amizade se manterem, a distância teve relevância e a minha vida levou um rumo que fez com que eu não tenha mantido qualquer especial relação nem com ele nem com os outros colegas do tempo da faculdade”.

Recorde-se que o regresso do programa ‘Sexta às 9’ teve envolto em polémica, não só pelo atraso de cerca de um mês face à data inicialmente comunicada, como também pelo facto da investigação de lítio ter levado a uma troca acesa de palavras entre João Galamba e Sandra Felgueiras.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Charlie Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Charlie
Visitante
Charlie

A mal educada da Felgueiras quase nem deixava o Galamba falar e até interrompeu apressadamente o seu interlocutor quando este estava a desmontar os argumentos da tipa que mais parecia a Cristas. O habitual, “não temos tempo”. Ou seja, mais de meia hora para lançar o seu 6ª às nove, e dois minutos para o contraditório e a defesa, constantemente e de forma mal-educada, prejudicada pela gritaria da Felgueiras ao falar por cima das explicações do João Galamba. Galamba deu-lhe forte, com dados e argumentos concretos, e ela, apanhada e sem capacidade de dar a volta, pois uma coisa é… Read more »

ATV News