RTP

Em lágrimas, Tânia Ribas de Oliveira conta história da borboleta branca

Tânia Ribas de Oliveira é uma das entrevistas da revista Cristina deste mês de novembro. A apresentadora da RTP conta a história emotiva acerca do seu avô, que faleceu, vítima de cancro no pulmão.

«Ele vive comigo», começa por dizer Tânia. «Era uma ligação que eu nunca conseguirei explicar. No dia em que o meu avô morreu senti que uma parte da minha infância feliz tinha ido embora. No dia em que ele morreu, eu fui vê-lo logo a seguir. Nem chorei, porque ele já não estava ali. Era só o corpo. Ele tinha sempre uma forma de estar sempre tão sensata, tão pragmática. Sempre tão de professor. Há muitas pessoas que dizem que passado algum tempo nós esquecemos a voz. Mas eu não me esqueço da voz dele, nunca. Até a oiça algumas vezes. Eu transformei-o numa borboleta branca. Sempre que passa uma borboleta branca… é ele. E passam muitas», disse em lágrimas.

No dia em que o avô morreu, Tânia Ribas de Oliveira deveria estar a apresentar o Agora Nós ao lado de José Pedro Vasconcelos, mas acabou por ir ao hospital para se despedir do avô.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close