fbpx
RTP

Desafio sobre Língua Gestual Portuguesa divide opinião dos telespectadores

Reprodução RTP1

No desafio ‘Fico Em Casa’ desta segunda-feira, na RTP1, foram ensinadas palavras em Língua Gestual Portuguesa.

“Começamos a semana a aprender uma nova língua. Uma língua que se fala com as mãos”, lê-se na legenda de uma publicação que foi colocada online na página de Facebook do ‘ZIG ZAG’.

Na caixa de comentários, as opiniões dividiram-se. Houve quem tivesse achado a iniciativa “espetacular”, mas também quem tivesse apontado algumas falhas.

Ora leia:

A sério! Uma pessoa que não é professor de LGP e ainda por cima está a ensinar mal! O gesto que fez como sendo dia não significa dia, significa manhã. Uma vergonha! Não percebo porque não pedem a um docente de LGP“;

Nem sei que diga. Percebo que a intenção é boa, mas depois há várias coisas erradas aqui que se torna difícil concordar com isto (…) Deixo duas observações: 1) Em primeiro lugar, mesmo primeiro, faltaram aqui legendas e intérprete. Percebo que isto tenha sido feito a pensar nos ouvintes e não nos surdos, mas na prática é sentido por nós como se nos estivessem a excluir; 2) Isto é televisão, não uma coisa de amigos. Usem formadores ou professores certificados numa língua quando estão a ensiná-la. Isso evitaria a execução errada de alguns dos gestos que aqui foram ensinados“;

A ideia é gira, sensibilizar os ouvintes, promover a língua… Mas fazer isso com erros linguísticos é que já não é nada giro. Não podemos ter alguém a falar para ouvintes que não percebem nada de LGP e dizer que ‘estás bem’ se faz assim, dando a entender que o primeiro gesto significa ‘estás’. Não, não significa. O gesto significa ‘saúde’ e, por composição com o gesto de ‘bem/bom’, formam ‘tudo bem/estás bem’.

Para além disso, se querem fazer uma pergunta, precisam juntar a expressão suprassegmental, que é obrigatória na produção de uma frase interrogativa. Ou em português escrito não recorrem também a um ponto de interrogação? E na oralidade não é obrigatório o uso da entoação para marcar uma pergunta? Da mesma forma que o ‘vai ficar’ com a mão assim (como diz o senhor) representa um verbo num futuro próximo e que deve ser acompanhado por uma expressão não manual.

Esse gesto não significa, impreterivelmente, ‘vai ficar’. Posso dizer ‘daqui a pouco vou às compras’ e usar esse mesmo gesto sem ter nenhum ‘vai ficar’ na frase! Como disse, a ideia é gira, mas informem-se antes de divulgarem erros que serão assumidos por ouvintes como sendo verdades absolutas. Também vos passaria pela ideia virem para aqui dizer calinadas em inglês sem a mínima preocupação do rigor linguístico? Parece-me que não“.

Aprende palavras em Língua Gestual Portuguesa | Desafio #FicoEmCasa | Zig Zag

Começamos a semana a aprender uma nova língua. Uma língua que se fala com as mãos. 🖐🖐🖐 👉No Desafio #FicoEmCasa desta segunda-feira, o Rodrigo ensina-nos a dizer várias palavras em Língua Gestual Portuguesa. Acham que conseguem comunicar durante 1h apenas por gestos? Está lançado o desafio!Desafio #FicoEmCasa:📺De segunda a sexta, 09h, com repetição às 18h15, na RTP2.📲A qualquer momento, no @ZIG ZAG Play: rtp.pt/play/zigzag

Publicado por ZIG ZAG em Segunda-feira, 27 de abril de 2020

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News