fbpx
RTP Cristina Ferreira TVI

Cristina Ferreira: “Perder neste momento para mim tem zero importância”

Cristina Ferreira, Revista Cristina
Instagram

Cristina Ferreira foi entrevistada por Filomena Cautela no ‘Programa Cautelar’, da RTP1. A apresentadora da TVI garantiu que o resultado das audiências não a preocupa, até porque se quisesse ganhar continuava na SIC.

Cristina Ferreira foi entrevistada por Filomena Cautela e a conversa foi divulgada este sábado à noite, na RTP1. A estrela da TVI confessou que gosta de ganhar, mas não é algo com que se preocupe.

Falou ainda que a chave do sucesso é “a verdade” e que tem que tomar “milhentas decisões” na direção. No entanto, lamenta que hoje em dia se valorize demais as audiências.

“As audiências são mais que os números que nos são apresentados todos os dias (…) Nós valorizamos demais a qualidade das pessoas e dos produtos à conta dos números que eles apresentam. Acho que não devíamos fazer isso tanto, óbvio que nas estações privadas são as audiências que medem depois a rentabilidade e o valor que elas podem ter para fazer as suas próprias grelhas. Só isso é que importa.. Mas de resto, pôr essa pressão nas pessoas e nos produtos?”, questionou.

“Eu deixei de ser melhor apresentadora porque neste momento perco? Não tenho problema nenhum de perder. Se eu não quisesse perder estava na SIC. Alguém já pensou nisso?  Perder neste momento para mim tem zero importância“, acrescentou.

Questionada se acredita que a TVI vai passar a vencer até ao fim do ano, atira: “Não sei. Perguntaste à JFK que as amostras vão mudar?“. Contudo, uma coisa Cristina Ferreira tem a certeza, vai fazer tudo para conseguir vencer.

Veja o momento aqui.

Leia também: Zé Lopes quebra silêncio após ser afastado do ‘Somos Portugal’

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Não se trata de perder audiências, trata-se de não ter capacidade para desempenhar um cargo.
    Diz o muito conhecido “principio de Peter”, que nas organizações, os colaboradores são promovidos até atingirem o seu nível de incompetência.
    A situação da Cristina Ferreira ilustra plenamente este principio. Ela não está preparada, não tem a experiência necessária, não tem a humildade e a vontade de aprender com os erros, e não assume que uma razoável apresentadora, apesar do desagradável tom de voz e a gritaria permanente, muito protegida pelo Manuel Luís, não são competências suficientes para desempenhar o lugar.
    Assim, um programa que deveria valorizar os candidatos a cantores, passou a ser o espelho do EGO da apresentadora, vestida de princesa, Cleópatra e outros semelhantes; nos seus repetitivos programas da Cristina, sempre os mesmos convidados, os seus “empregados” que têm que ir dizer bem da patroa; o afastamento de profissionais competentes (que lhe podem fazer sombra) e a sua substituição por “popotas” e outros semelhantes.
    Cristina, prepare-se, forme-se, seja humilde, e talvez daqui a alguns anos lá chegue. Agora deixe de arrotar postas de pescada porque ninguém acredita em si!

ATV News