RTP

Confusão na RTP! Maria Flor Pedroso soma nova polémica ao currículo

Reprodução

O ambiente de trabalho na redação da RTP continua a estar longe dos níveis desejados. Maria Flor Pedroso, atual diretora de informação, soma polémicas atrás de polémicas e, recentemente, juntou mais uma ao seu currículo.

A jornalista, que assumiu o cargo após a demissão de Paulo Dentinho, ainda não conseguiu reunir consenso no canal e o ambiente de desagrado que paira na redação continua a fazer-se sentir. Os profissionais da estação pública de televisão queixam-se da falta de presença da diretora, tanto na redação como nas reuniões de alinhamento dos jornais, e a própria já foi obrigada a justificar-se.

De acordo com Maria Flor Pedroso, e segundo consta na ata de uma reunião do Conselho de Redação, à qual o jornal Correio da Manhã teve acesso, as constantes ausências devem-se ao facto de esta ter um familiar doente, que a impede de se deslocar tantas vezes à RTP.

O pouco tempo que Flor Pedroso dedica ao trabalho como diretora de informação não é o único ponto de discórdia no seio da redação. Diz a mesma publicação que uma reportagem recente exibida no canal, referente a uma mulher portuguesa que se tornou noiva do Daesh, também não foi vista com bons olhos pelos jornalistas da RTP. É que da forma como esta foi transmitida, a ideia com a qual os espectadores ficaram é que pertence à ex-SIC Cândida Pinto, quando na verdade é de um freelancer cujo nome não pode ser revelado.

Muitas polémicas para uma direção de informação que ainda só assumiu o cargo há pouco mais de seis meses.

Lê também:

Contratações de luxo na RTP revolta Comissão de Trabalhadores

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Jaime MenezesEusouCarla Leal Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Carla Leal
Visitante
Carla Leal

Já vai tarde, devia ter sido anteontem.

Eusou
Visitante
Eusou

Ainda acaba engolida pelos tubaroes,não tarda.

Jaime Menezes
Visitante
Jaime Menezes

Parece alheamento de Maria Flor e a justificação não justifica tudo. Para mim que rejubilei com a sua escolha, tem sido uma desilusão, pois não se nota alteração à política tendenciosa de informação de Paulo Dentinho. Pretendia-se com MF independência político ideológica, i. é., sem benefício acintoso para a direita (em vigor) ou para a esquerda. A “escolha” opinativo sobre acontecimentos nacionais e sobretudo internacionais é evidente e sublinho a situação na Venezuela

ATV News