fbpx
RTP

Confusão na RTP! Maria Flor Pedroso soma nova polémica ao currículo

Maria Flor Pedroso Confusão Na Rtp! Maria Flor Pedroso Soma Nova Polémica Ao Currículo
Reprodução

Índice

O ambiente de trabalho na redação da RTP continua a estar longe dos níveis desejados. Maria Flor Pedroso, atual diretora de informação, soma polémicas atrás de polémicas e, recentemente, juntou mais uma ao seu currículo.

A jornalista, que assumiu o cargo após a demissão de Paulo Dentinho, ainda não conseguiu reunir consenso no canal e o ambiente de desagrado que paira na redação continua a fazer-se sentir. Os profissionais da estação pública de televisão queixam-se da falta de presença da diretora, tanto na redação como nas reuniões de alinhamento dos jornais, e a própria já foi obrigada a justificar-se.

De acordo com Maria Flor Pedroso, e segundo consta na ata de uma reunião do Conselho de Redação, à qual o jornal Correio da Manhã teve acesso, as constantes ausências devem-se ao facto de esta ter um familiar doente, que a impede de se deslocar tantas vezes à RTP.

O pouco tempo que Flor Pedroso dedica ao trabalho como diretora de informação não é o único ponto de discórdia no seio da redação. Diz a mesma publicação que uma reportagem recente exibida no canal, referente a uma mulher portuguesa que se tornou noiva do Daesh, também não foi vista com bons olhos pelos jornalistas da RTP. É que da forma como esta foi transmitida, a ideia com a qual os espectadores ficaram é que pertence à ex-SIC Cândida Pinto, quando na verdade é de um freelancer cujo nome não pode ser revelado.

Muitas polémicas para uma direção de informação que ainda só assumiu o cargo há pouco mais de seis meses.

Lê também:

Contratações de luxo na RTP revolta Comissão de Trabalhadores

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Parece alheamento de Maria Flor e a justificação não justifica tudo. Para mim que rejubilei com a sua escolha, tem sido uma desilusão, pois não se nota alteração à política tendenciosa de informação de Paulo Dentinho. Pretendia-se com MF independência político ideológica, i. é., sem benefício acintoso para a direita (em vigor) ou para a esquerda. A “escolha” opinativo sobre acontecimentos nacionais e sobretudo internacionais é evidente e sublinho a situação na Venezuela

ATV News

<>