RTP

Catarina Furtado regressa de Guiné Bissau

A apresentadora e actriz, que viajou para Guiné Bissau onde captou imagens para novas reportagens, está de regresso a Portugal. Catarina Furtado confessou que viu crianças a morrer.

Catarina Furtado regressou da sua missão, de onde trouxe 30 cassetes de vídeo que agora vai editar. O mais emocionante são as palavras que Catarina diz ao jornal “Correio da Manhã”.

“Foi muito complicado. Vi mulheres e crianças a morrer por falta de condições.”; esta é a imagem mais marcante que Catarina Furtado trás de Guiné-Bissau. Esta missão foi muito intensa “a nível emocional”, mas fisicamente também não foi fácil. A apresentadora diz que “Em Gabu e Oio foi o fim do Mundo, nem electricidade havia”.

O primeiro documentário tem estreia marcada para Outubro. Catarina, acerca deste documentário, avança que “Temos imagens muito elucidativas. Até uma cesariana filmámos”. Este trabalho tem o título de “Dar Vida sem Morrer”, devido ao facto de “uma em cada 19 mulheres morre no parto”.

Catarina Furtado regressará a Guiné-Bissau em Novembro, pois “faz todo o sentido ajudar a Guiné”, diz.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News