fbpx
RTP

Catarina Furtado: “Fiz questão de tentar não deixar ninguém para trás”

Catarina Furtado, Príncipes Do Nada
Instagram

Catarina Furtado diz que só assim é que se reconhece como cidadã.

Catarina Furtado conduziu mais um ‘Príncipes do Nada’, esta segunda-feira à noite, na RTP1. Antes de o programa ir para o ar, a apresentadora fez uma reflexão acerca do atual episódio nas redes sociais.

Nesta série de ‘Príncipes do Nada’, passada toda em Portugal, fiz questão de tentar não deixar ninguém para trás, porque só assim me reconheço como cidadã que faz parte de uma humanidade partilhada“, começou por escrever no Instagram.

A rede ex aequo é uma associação de jovens lésbicas, gays, bissexuais, trans, intersexo e apoiantes que surge em 2003 com o objetivo de ir ao encontro das necessidades específicas da juventude LGBTI“, explicou.

Jovens que se sentem limitados pela falta de independência financeira e pela dificuldade de crescer num mundo em que o preconceito e a discriminação ainda perduram quando se fala de orientação sexual, identidade, expressão de género e características sexuais“, acrescentou.

Todas as histórias que dou a conhecer neste episódio (a de Jo, da Inês, da Bruna, do Vasco ou do Carlos) são relatos de vidas de jovens que encontraram na rede ex aequo um espaço onde as suas vozes têm poder: o poder de mudar mentalidades“, lê-se ainda na mesma publicação.

Leia também: RTP desmente saída de Catarina Furtado do ‘The Voice Portugal’: “É absolutamente mentira”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>