fbpx
RTP

Catarina Furtado faz balanço do ‘The Voice Portugal’ e revela momento de “galhofa” com Vasco Palmeirim

The Voice Portugal, Catarina Furtado E Vasco Palmeirim
Instagram

Catarina Furtado fez um balanço sobre esta edição do ‘The Voice Portugal’.

Após a final ter sido adiada por causa da Covid-19, o ‘The Voice Portugal’ termina já este domingo, dia 6 de fevereiro e Catarina Furtado fez um balanço sobre o programa.

“A verdade é que a Shine e a RTP conseguiram, inclusivamente, não deixar de lado os concorrentes que foram testando positivo à COVID-19, o que obrigou à invenção de novas regras ao formato, com a possibilidade dos candidatos poderem ser avaliados através dos ensaios gravados que se fazem todas as semanas”, começou por dizer em declarações à TV7 Dias.

Sobre Vasco Palmeirim, com quem conduz o ‘The Voice Portugal’, a apresentadora revelou que têm uma relação de “irmãos emprestados”. “Isto quer dizer que sentimos um amor muito bonito, que se traduz numa vontade genuína de que tudo corra muito bem ao outro, do ponto de vista profissional e pessoal”, confessou.

“A maior tradição é passarmos sempre o texto da gala juntos no meu camarim, numa verdadeira galhofa. Se existissem câmaras e microfones ali, não sei o que seria de nós!”, revelou.

Os finalistas

Mariana Rocha, de 24 anos é a única mulher entre os finalistas e confessa que está mais nostálgica por o programa estar a chegar ao fim. “Agora, nesta reta final, é um mix de emoções, porque o programa está a terminar e estou triste por isso, mas por outro lado estou bastante feliz, porque cheguei à final”, afirmou. A concorrente aponta Edmundo Inácio como um possível vencedor.

João Leote, tem 23, está contente com o seu percurso e com a experiência que o ajudou a ultrapassar algumas inseguranças. No que toca à Covid-19, o concorrente diz que já recuperou. “Já estou recuperado. Tive alguns sintomas ligeiros. Não veio nada a calhar, serviu para aumentar o suspense”, destacou.

Daniel Fernandes, de 22 anos começou a cantar em casamentos e funerais o que surpreendeu o público e os mentores. “Não contava chegar tão longe e cantar tantas vezes no palco do The Voice Portugal. Tem sido mágico e inesperado”, revelou sobre a sua experiência no programa. Ao contrário dos outros concorrentes, Daniel ainda está rouco devido à Covid-19.

Edmundo Inácio aproveitou o programa para se reencontrar na música quando estava prestes a desistir desse ramo. “Esta experiência veio de alguma forma motivar-me e voltei a acreditar no meu futuro no mundo da música”, destacou.

Por fim, Rodrigo Lourenço, é o concorrente mais jovem do grupo de finalistas e viu a experiência como uma oportunidade para se descobrir. “Fui para o The Voice Portugal com o intuito de descobrir se eu valia muito ou não (…) Sinto que, desde que entrei para o programa, mudou muita coisa. Começaram a surgir oportunidades e a ter muito mais confiança em mim”, garantiu.

Leia também: ‘The Voice Portugal’. Rodrigo Lourenço é o finalista mais jovem: “Já é uma vitória chegar à final. Estou muito feliz”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News

<>