fbpx
Geral RTP

Catarina Furtado e a morte de Amélie: “Todos, de alguma forma, temos responsabilidade”

Amélie Bastos, Catarina Furtado
@Redes Sociais

Catarina Furtado lamentou a morte de Amélie Bastos, jovem que sofria de depressão e que foi encontrada morta no Porto, esta terça-feira, depois de um dia e meio de desaparecimento.

Para Catarina Furtado, todos têm, de certa forma, responsabilidade na morte de Amélie Bastos. Depois de ter sido noticiado que a adolescente tinha sido encontrada sem vida, a apresentadora da RTP1 alertou que a saúde mental deve ser cuidada “sem preconceitos, sem olhares de lado, com empatia” e com a “real sensação de que não existe perfeição”.

Todos, de alguma forma, temos responsabilidade. A saúde mental é para cuidar sem preconceitos, sem olhares de lado, com empatia e a real sensação de que não existe perfeição e de que as conquistas e os sucessos fazem parte de um caminho individual. A sociedade pode estar ao serviço do bem e perde tanto tempo a provocar o mal“, lamentou.

A opção é nossa! Vamos promover conteúdos que despertem o melhor de nós! Para que possamos cuidar melhor uns dos outros. É só isso que interessa. O amor. Um abraço à família da Amélie que não conheço, mas com quem estou tão solidária numa dor infinita que não imagino“, escreveu ainda Catarina Furtado na secção de InstaStories.

Leia também: Rita Pereira partilha mensagem de ajuda após morte de adolescente no Porto

Catarina Furtado, Amélie Bastos
Instagram
Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>