fbpx
RTP

Carlos do Carmo foi esquecido? – “O fado deve-lhe uma homenagem a sério”, diz Malato

Carlos Do Carmo, 2021
Direitos Reservados

Carlos do Carmo morreu no dia 1 de janeiro de 2021, poucos dias depois de ter festejado o 81.º aniversário.

José Carlos Malato esteve a ouvir alguns temas de Carlos do Carmo, esta terça-feira à noite, e chegou à conclusão de que Portugal ainda não fez a devida homenagem àquele que foi um dos nomes maiores do fado no nosso país.

Estava agora aqui a ouvir Carlos do Carmo e a pensar que o Fado lhe deve uma homenagema sério“, começou por escrever o apresentador da RTP na secção de InstaStories.

Morreu durante a pandemia, compreendo. Mas falta fazer muito mais pelo tanto que ele foi. E será para sempre“, acrescentou ainda o profissional de televisão.

De lembrar que o fadista foi o intérprete de temas como “Lisboa Menina e Moça”, “Canção de Vida” ou “Um Homem na Cidade”.

Leia também: José Carlos Malato recorda os últimos dias do pai: “Foram duas semanas de agonia”

José Carlos Malato, Carlos Do Carmo
Instagram

ATV News

<>