fbpx
RTP

Atriz São José Lapa “furiosa” com nova série da RTP1

São José Lapa
Reprodução

São José Lapa não compreende o motivo da recriação da ‘Crónica dos Bons Malandros’. A nova série da RTP1 é feita com base na obra de Mário Zambujal e a estreia decorreu na passada quarta-feira.

Mas porquê esta moda de refazer o que estava tão bem feito? 40 anos depois [do filme], esta adaptação e realização é puro amadorismo“, lamentou São José Lapa, de 69 anos, numa publicação que colocou online na rede social Facebook.

Este novo projeto televisivo é inspirado no famoso livro de Mário Zambujal, escritor português de 84 anos, e tem no elenco nomes bem conhecidos do público português: Adriano Carvalho, Joana Pais de Brito, José Raposo, Manuel Marques, Marco Delgado, Maria João Bastos e Rui Unas são os “ladrões” de serviço que vão realizar um assalto à Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

A série ‘Crónica dos Bons Malandros’ é constituída por oito episódios e será transmitida às 21:00 horas de cada quarta-feira, na RTP1.

Leia também: Colegas de Alexandra Lencastre denunciam estado depressivo da atriz

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Hoje em dia todo e qualquer “cão e gato” (que me perdoem estes dois animais que eu adoro) acha-se no direito de botar defeitos em tudo aquilo que os outros fazem. Talvez estivesse calada se tivesse sido convidada para integrar o elenco. Não vi a série como igualmente não vi o filme. Mas aquilo que também não vi, foi esta senhora falar nas novas versões do “Pátio das Cantigas” e quejandos, pois aquilo que estava feito desde os anos 40, estava bem feito e muito, muito bem feito. É a mesma coisa que certas “fadistas” cantarem os Fados da Amália, pois ficam sempre a perder e fazem figura de parvas. Mas e em relação às novas versões de filmes nacionais, não vi esta senhora dizer fosse o que fosse. Nessa altura esteve calada, o que fez muito bem. Agora, qual mestra de trazer por casa, falou e, quanto a mim, deveria estar calada. Depois, queixe-se de que ninguém lhe dá trabalho. Se estivesse calada, talvez até passasse por uma mulher inteligente. Assim, arrisca-se a passar por uma ressabiada, feita “moralista de aviário” coisa que lhe irá sair muito cara, estou em crer. Por mim, tudo bem. Nunca sairei de casa para ver esta senhora representar. Que tenha muita saúde e comece a respeitar o trabalho dos outros, para igualmente poder ser respeitada no seu trabalho.

ATV News