RTP

Adiamento do ‘Sexta às 9’ para depois das eleições é alvo de investigação no Parlamento

Permanece envolto em polémica o adiamento do programa ‘Sexta às 9’ para depois as eleições legislativas, quando a RTP1 tinha preparada uma reportagem que poderia comprometer o governo antes do voto dos portugueses.

Escandalizado com a situação, o PSD decidiu ouvir a coordenadora do formato, Sandra Felgueiras, mas não pretende ficar por aqui. De acordo com o jornal Correio da Manhã, Maria Flor Pedroso, diretora de informação da RTP1, e Gonçalo Reis, presidente do Conselho de Administração do canal, também poderão vir a ser ouvidos no Parlamento pelo maior partido da oposição.

A causa maior da polémica prende-se com o facto de a RTP1 ter adiado a transmissão de uma reportagem sobre a concessão de exploração de lítio no concelho de Montalegre, em Vila Real, que poderia alterar a intenção de voto dos portugueses. Deveria ter ido para o ar no dia 13 de setembro, mas acabou por ser adiada para o dia 11 de outubro. Recorde-se que as eleições legislativas decorreram a 6 de outubro.

A explicação da estação pública de rádio e televisão para tal situação é a de que a reportagem ainda não estava pronta para ser emitida.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

ATV News