RTP

3 Mulheres. Conheça a história do 1º episódio

Mulheres, uma série de ficção que, a partir das biografias e da intervenção cultural e cívica da escritora Natália Correia, da editora Snu Abecassis e da jornalista Vera Lagoa (pseudónimo de Maria Armanda Falcão), recorda os últimos anos do Estado Novo entre 1961 e 1973, do início da Guerra Colonial à véspera da Revolução de Abril.

Episódio 1

1961
A edição e publicação de “Cântico do País Emerso”, de Natália Correia pelo escritor e editor Luiz Pacheco. O lançamento ocorre no primeiro bairro da lata de Lisboa, o Bairro da Alegria. Este lançamento é um gesto estético e político numa altura em que o regime ditatorial que governa o país endurece posições.
A visita da jovem nórdica, Ebba Merete Seidenfaden, de alcunha SNU – em dinamarquês “esperta”- ao país do marido, Vasco Abecassis. Portugal, um país periférico, com uma guerra colonial que acaba de eclodir, e a viver sob um regime ditatorial, fá-la redobrar a atenção com que escuta e forma opiniões. Para isso contribuirá a observação que faz do próprio ambiente dos Abecassis, desde as empregadas (o filho de uma cozinheira parte para a guerra em Angola) ao círculo social, diversificado mas elitista.
Mariano, um jovem sem os estudos concluídos, protegido por um Padrinho que trabalha na Censura, candidata-se, recebe instrução e entra para os quadros da Pide. Prisão do jornalista e professor José Manuel Tengarrinha. Maria Armanda Falcão, sua mulher, assiste à devassa da sua casa pela Pide.

A estreia é hoje, às 22h30, na RTP1.

Série “3 Mulheres” estreia na RTP1

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close