RTP

3 Mulheres. Conheça a história do 1º episódio

Mulheres, uma série de ficção que, a partir das biografias e da intervenção cultural e cívica da escritora Natália Correia, da editora Snu Abecassis e da jornalista Vera Lagoa (pseudónimo de Maria Armanda Falcão), recorda os últimos anos do Estado Novo entre 1961 e 1973, do início da Guerra Colonial à véspera da Revolução de Abril.

Episódio 1

1961
A edição e publicação de “Cântico do País Emerso”, de Natália Correia pelo escritor e editor Luiz Pacheco. O lançamento ocorre no primeiro bairro da lata de Lisboa, o Bairro da Alegria. Este lançamento é um gesto estético e político numa altura em que o regime ditatorial que governa o país endurece posições.
A visita da jovem nórdica, Ebba Merete Seidenfaden, de alcunha SNU – em dinamarquês “esperta”- ao país do marido, Vasco Abecassis. Portugal, um país periférico, com uma guerra colonial que acaba de eclodir, e a viver sob um regime ditatorial, fá-la redobrar a atenção com que escuta e forma opiniões. Para isso contribuirá a observação que faz do próprio ambiente dos Abecassis, desde as empregadas (o filho de uma cozinheira parte para a guerra em Angola) ao círculo social, diversificado mas elitista.
Mariano, um jovem sem os estudos concluídos, protegido por um Padrinho que trabalha na Censura, candidata-se, recebe instrução e entra para os quadros da Pide. Prisão do jornalista e professor José Manuel Tengarrinha. Maria Armanda Falcão, sua mulher, assiste à devassa da sua casa pela Pide.

A estreia é hoje, às 22h30, na RTP1.

Série “3 Mulheres” estreia na RTP1

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News