Resumos

«Onde Está Elisa?»: resumo de 19 a 25 de novembro

Resumo de 19 a 25 de novembro da série Onde Está Elisa?

ONDE ESTÁ ELISA?

Episódio 47

Francisca encontra-se com Joana e quer saber há quanto tempo Elisa sabia do caso dela com Rui e o que é que a filha lhe disse, ao que Joana responde que Elisa a ofendeu e confirma que Rui esteve no Algarve, negando que se tenha encontrado com Elisa antes de ter partido. Carlos vê uma mensagem de Elena a pedir que se encontre com ela ao final da tarde, quando Raquel lhe diz que Rui lhe ligou mas que continua a achar uma péssima ideia aceitar a proposta dele.  Bruno vai ter com Constança e diz-lhe que volta para casa, mas, em troca, ela vai ter que despedir Zé Pedro, porque não suporta a ideia de o ter a conviver com ela.  O Procurador inquire Carlos sobre quem encontrou a carteira de Elisa, ao que Carlos responde ter sido ele, dizendo que foi Francisca quem lhe entregou o cartão multibanco da filha e os dois acabam por trocar palavras duras e frias. Constança diz a Bruno que não depende dela despedir Zé Pedro, mas Bruno diz-lhe que devia depender, pois é disso que vai depender ou não a continuidade do casamento deles.  Raquel vai ao encontro de Rui, que se cruzam com Constança e Bruno. Constança insiste em pôr Raquel na rua, mas Rui quer que ela fique e pede à irmã e ao cunhado que vão embora, fazendo com que os dois saiam desconfiados. Rui agradece a Raquel ter mudado de ideias e ela diz que só faz aquilo para limpar o seu nome e o dos colegas, mas Rui garante estar a ser vítima duma cabala, nomeadamente de Carlos, e desliza um envelope em direção a Raquel com uma choruda recompensa.  Elena encontra-se com Carlos, que quer saber onde está Zé Lenka. Elena diz-lhe que este é muito perigoso e Carlos garante também não ser flor que se cheire.  Raquel guarda o dinheiro e insinua a Rui que pode ter sido Francisca a inventar que o cartão estava na carteira dele, mas Rui diz-lhe que não admite que desconfiem da mulher e Raquel avisa-o para estar preparado para tudo. Gonçalo e Sebastião jogam consola, enquanto falam do caso e Sebastião diz que parte a cara ao tio caso se prove que ele fez mal a Elisa. Decorre a reabertura do café e a inauguração da exposição. Ana faz um discurso, trocando olhares com Alexandra, para desalento de Sebastião e Gonçalo. Mário aparece e Ana diz-lhe que está a precisar dumas férias do jornalismo. Mário acaba por meter conversa com Matilde sobre a dor de perder alguém e ficam os dois a olhar para um quadro com tristeza.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of