Resumos

Amar depois de Amar: Resumo de 12 a 17 de agosto

Resumo de 12 a 17 de agosto da série ‘Amar depois de Amar’ da TVI.

Episódio 41

Augusto continua a agarrar descontrolado a cara de Gonçalo, e acaba por acalmar-se a pedido de Raquel. Frederico pergunta a André se acha que Gonçalo matou Marina, e André somente refere que agora se começa a perceber que ele não é a ovelha negra da família. Augusto assevera a Raquel que as provas não mentem e são as impressões digitais de Gonçalo que estavam na arma que matou Marina. Entreolham-se em choque sem conseguir compreender por que Gonçalo faria tal coisa.

Alice e Nicolau ficam atónitos com a revelação de ter sido Gonçalo que matou Marina, e Nicolau tranca-se no quarto com Gonçalo, e olha-o a destilar raiva. Regresso ao passado. Gonçalo leva Marina a um restaurante chique para fazerem as pazes. Gonçalo e Marina passam por Mauro, o segurança do restaurante e antigo colega de Augusto na PJ. Mauro reconhece Marina e ela finge não se lembrar dele. Gonçalo repara que Mauro os observa e Marina acaba por admitir conhecê-lo, dizendo em tom vingativo a Gonçalo que ele nunca se deu bem com Augusto por gostar dela.

Gonçalo pergunta picado a Marina se teve alguma coisa com ele, salientando que ela lhe ocultou que tinha andado com Toninho, Marina irrita-se e sai disparada porta fora. Marina anui a Mauro já não estar com Augusto, e que também não quer nada com aquele homem com quem ele a acabou de ver, e Mauro insinua-se de pronto. Gonçalo vai a sair do restaurante quando repara em Marina e Mauro a conversarem e insiste com Marina para que a deixe levá-la a casa. Augusto chega com Raquel, que veio buscar Frederico aos Oliveira.

Raquel agradece a Augusto por lhe ter dado a ideia de passar um fim-de-semana romântico com Gonçalo, dizendo-lhe que as coisas correram tão bem que até pode ter ficado grávida. Marina continua furiosa com Gonçalo por ele insinuar que ela tem outros amantes, dizendo-lhe que nunca mais teve relações sexuais com ninguém a não ser com ele desde que ficou grávida de Gabriel. Catarina abraça feliz Raquel por ela lhe confidenciar que está com um atraso, o que pode significar que engravidou, apesar de não estar a tentar. Ouve-se a porta da rua a fechar-se com estrondo, ambas se sobressaltam.

Marina entra de muito mau humor em casa, e diz a Raquel que Gonçalo também já deve ter chegado do jantar com os alunos de tango, e todos ficam intrigados sem perceberem por que ela está assim. Voltamos ao presente. Todos pedem a Nicolau que abra a porta do quarto, que continua a falar em fúria com Gonçalo. Laura olha surpresa para Miguel a exigir-lhe que lhe conte quem é o seu informador, por não acreditar que ela tenha descoberto tantas pistas sozinha graças à sua imaginação de escritora. Joaquim deixa mensagem de voz no telefone fixo da casa dos Meireles, onde pede a Laura para não contar mais com ele por o ter denunciado. Júlia conta a Raquel e Augusto a teoria de que alguém foi ao hospital e pôs as impressões digitais na arma que matou Marina para o culpar pelo assassinato, vincando estar segura que Gonçalo não seria capaz de fazer tal coisa.

Nicolau abre a porta do quarto a Aline e desaba a chorar nos braços dela ao contar-lhe que descobriu que foi Gonçalo quem matou Marina. Nicolau sai do quarto e diz vingativo a Alice que afinal é a família dela que trouxe desgraça à sua, e vinca querer distância dela, deixando Alice arrasada. Ângelo diz a Augusto estar seguro da inocência de Gonçalo, teorizando que foi Raquel quem matou Marina por continuar por esclarecer onde ela estava na noite do acidente. Catarina olha em choque para Mané a contar-lhe que teve sexo com Sara após ela ter acabado tudo com ele. Catarina vira-lhe costas e entra em casa furiosa. Frederico diz a Inês que ela é a única pessoa em que pode confiar, e pede-lhe que nunca lhe minta sobre nada, e Inês fica constrangida.

Miguel recusa-se a dizer a Laura o que vai fazer a casa dos Macedo, e pede-lhe para esquecer aquele caso e focar-se na sua gravidez. Miguel ouve a mensagem de Joaquim no telefone, e fica em choque a olhar para a mulher. António explica a Augusto e Raquel a sua teoria do assassinato de Marina, achando que Gonçalo quis matá-la e depois fugir, mas foi intercetado durante a fuga e acabou por ter o acidente de carro. Conta-lhes depois a possibilidade de Ângelo, em que teria sido Raquel a orquestradora de todo o crime. Augusto olha em choque para Raquel, que fica sem palavras.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News