Resumos

A Teia: Resumo de 14 a 20 de janeiro

Resumo de 14 a 20 de janeiro da novela A Teia.

A Teia

Episódio 41

Lara ouve enciumada Simão a explicar-lhe que Mónica o ajudou a encenar a sua morte e a permanecer escondido, tendo dado um falso alibi de terem passado a noite juntos para não ser incriminado pela tentativa de homicídio de Jaime. Lara esboça ar atrapalhado por Simão a questionar se pretendia mesmo viajar.  Diana fica muito perturbada por Tiago lhe contar que a empregada de limpeza testemunhou ter visto Mónica no hotel de Braga, podendo ser afinal ela quem tentou matar Jaime.  Simão insiste com Lara para desistir da ideia de partir para a Escócia, prometendo-lhe fazer Jaime pagar por todo o mal que lhe fez. Mónica é chamada aos escritórios e nega a Tiago e Diana ter tentado matar Jaime, mas os inspetores dizem-lhe terem de levá-la presa por ter sido identificada por uma testemunha a sair do hotel. Inês chora a ver a mãe a ser algemada.  Lara pede desculpa a Simão, admitindo que chegou mesmo a pensar que pudesse ter sido ele a tentar matar Jaime. Tocam à porta e Simão esconde-se. Jaime diz provocador a Lara que já fez queixa dela na polícia, Simão aparece em defesa de Lara, começando a lutar com Jaime, que se limita a sorrir divertido. Lara atende chamada de Augusto e conta que Mónica foi presa e que está na altura de Simão reaparecer. Augusto pede a Jaime para ajudar Mónica a ilibar-se de o ter tentado matar e Jaime recusa.  Lara responde furiosa aos comentários na sua página de Facebook a acusarem-na de ser oportunista.  Jaime assevera a Matilde que todas as histórias sobre ele ter assediado Lara são mentira, vincando que nunca seria capaz de maltratar nenhuma mulher. Joana discute enciumada com João Maria, admitindo ficar perturbada por ele estar a ajudar Bianca. João Maria insinua que não vão conseguir viver muito tempo juntos se ela continuar tão insegura com ele.  Dalila ouve desconfiada Humberto a contar que Liliana saiu para ir estudar para casa de uma colega. Recebe uma mensagem e sai furiosa. Fazem-se ensaios para o desfile. Bianca e Liliana estão entre as modelos, com esta última a aparentar algum nervosismo, mas fica mais segura com a coordenação de Cláudia. Alguém rouba o portátil de Jaime do gabinete.  Dalila diz a Liliana não aceitar que ela participe no desfile. Liliana defende-se que tem autorização de Jaime e Dalila puxa a filha ainda com mais força para a saída. Tiago recusa-se a responder quando Cláudia lhe pergunta se acha que Mónica atacou mesmo Jaime. Cláudia fica constrangida por Flor lhe dizer que compreende se eles a quiserem devolver à instituição, por achar que é um ponto de discórdia entre eles. Tiago critica irritado Simão por ter encenado a sua morte para não ser preso. Simão assegura-lhe que não foi Mónica quem tentou matar Jaime, mas Tiago limita-se a dizer-lhe para não interferir mais nas investigações. Lara e Simão abraçam-se, muito felizes por estarem juntos novamente. Diana diz fria a Mónica não poder acreditar na inocência dela, uma vez que ela pode estar também por detrás das mortes de Margarida e Paulo. Diana avisa-a ter uma visita.  Jaime nega a Mónica ajudá-la a escapar da acusação e recorda-a que ela poderia ter todo o interesse nisso por se ter recusado a envolver com ele e por ele a ter apanhado a encontrar-se com o comissário de bordo que está envolvido no tráfico. 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of