Famosos Música

Mónica Sintra denuncia boicote após espetáculo: “Não suporta o nosso brilho”

Reprodução Intagram

Depois de ter recorrido às redes sociais para denunciar uma situação que viveu durante um concerto nas festas Alpendurada, concelho de Marco de Canaveses, Mónica Sintra revelou mais detalhes deste episódio a uma publicação.

“Estivemos em palco com muitas luzes, mas quase todas elas apagadas. Porque o dono do agrupamento musical, que é a cobra, não suporta o nosso brilho. Mas é só para vos dizer uma coisa: ‘karma’s a bitch’. Quem têm brilho próprio não precisa de leds”, disse a cantora no Instagram.

Apesar do sucedido, a artista levou o espetáculo até ao fim, mantendo sempre a boa disposição. Agora, acabou por revelar mais pormenores à ‘Maria’.

“Eu ia cantar a um camião-palco. Estas estruturas têm sempre uma banda própria, que por norma, fornecem o som e a luz aos artistas que lá vão. Isto fica sempre escrito em contrato e foi o que aconteceu. Eu assinei um contrato com o empresário que me contratou e ele, por sua vez, combinou tudo com o dono do camião”, começou por dizer.

“Os elementos da banda eram espetaculares, não tenho nada a apontar, mas o dono do camião, o Sr. Euriko Lopes, não se portou nada bem. Houve má vontade desde o início”, acusou, explicando de seguida que tudo mudou com a sua entrada em palco.

“Primeiro, tocou a banda e estava tudo ok. As luzes do palco estavam todas ligadas e correu lindamente. Quando eu comecei o espetáculo, o Sr. Euriko desligou a maior parte dos LED e fiquei com o mínimo de luzes. Cantei praticamente às escuras… Felizmente, as pessoas aderiram e gostaram muito”, rematou.

Mónica Sintra foi alvo de boicote durante concerto em Marco de Canaveses

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News