Música

José Cid revela estar triste por não ter sido convidado para o Festival ‘Eu Fico em Casa’

Facebook

José Cid confessou estar triste por não ter sido convidado para o Festival ‘Eu Fico em Casa’. Foi mais longe e considerou ser o “patinho feio” da música portuguesa, uma vez que ninguém se lembrou dele para o projeto. Em alternativa, tem feito miniconcertos de meia hora, a partir do seu estudo, diariamente. 

O projeto dá pelo nome de ‘José Cid ao Lusko Fusko’, é gravado com telemóvel e pode ser visto através da página de Facebook do artista. “A adesão é incrível”, afirma o cantor à TV7 dias. No entanto, não deixa de lamentar ter sido posto de parte pelos organizadores do Festival ‘Eu Fico em Casa’, uma iniciativa que reúne vários artistas, editoras discográficas e agências, num movimento cultural inédito em Portugal. Os artistas atuam durante 30 minutos online.

“Estou triste por ter sido afastado dessa ideia, ninguém se lembrou de me convidar e, pronto, fiz a minha alternativa”, disse à publicação.

“Tenho sido sempre o patinho feio da música portuguesa, sabe? (risos) Tenho essa noção. Não é viável que o homem que tem um álbum nomeado entre os cinco melhores álbuns do Mundo, atualmente, pela crítica inglesa, não seja convidado para tocar esse álbum nos grandes concertos de rock nacionais! Não é normal”, lamenta.

Para o artista, isso tem a ver com as invejas e as frustrações. “Já me habituei a que os nomes da música portuguesa me virem as costas, mas eu estou sempre aberto a ajudar”, garante.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News