Geral

Timorenses agridem e acusam professores portugueses de terem levado o Covid-19 para lá

Reprodução

Professores portugueses foram ameaçados e agredidos, na cidade de Baucau, em Timor-Leste. Isto porque estão a ser acusados por alguns residentes de serem os responsáveis de terem levado o Covid-19 para aquele país. 

De acordo com o jornal Público, um residente local entrou na casa dos professores em Bacau e agrediu uma professora e ainda tentou agredir outra. Foram ainda atiradas pedras nas casas onde viviam e estão a ser apelidados de “coronas”.

Doze professores estão desde a madrugada de domingo num hotel na capital timorense. Estes docentes fazem parte de um grupo de 140 professores portugueses e  fazem parte um protocolo entre os Governos dos dois países. Neste momento, pedem ao ao Ministério dos Negócios Estrangeiros português o repatriamento urgente.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News