fbpx
Geral

Sónia Araújo defende descentralização no meio televisivo

A Praça Sónia Araújo Defende Descentralização No Meio Televisivo

A Praça

Sónia Araújo não entende porque é que os programas de daytime dos três canais generalistas têm de ser todos feitos em Lisboa. Por ser defensora da descentralização no meio televisivo, a apresentadora não podia estar mais que satisfeita não só com o regresso de A Praça à antena da RTP, mas também pelo facto do talk show ser produzido nos estúdios do Porto.

À Notícias TV, Sónia Araújo defende a descentralização por existir meios técnicos e humanos para tal. «Temos estúdios para isso, capacidade, know how e valor humano», explica. Acrescenta ainda que o «norte do país» merece ter também visibilidade.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

2 Comentários

Clique aqui para comentar

  • É por causa disto que a RTP custa 200 milhões de euros ano e é por causa disto que a RTP continua a ser um fracasso. Se essa senhora acredita tanto na descentralização então não se oporá a que haja um programa da manhã feito a partir de Faro no Algrave ou a descentralização que fala só vem do Porto? è que é por causa dessa RTP no Porto que a empresa está como está e que o fracasso da Praça é o que é ! Disse !

ATV News